Perda de safra em Catarina ultrapassa os 60%, diz técnico responsável pelo Garantia-Safra no município, Dr. Segundo Custódio.

 O engenheiro agrônomo da Secretaria de Agricultura de Catarina e técnico responsável pelo Garantia-Safra no município, Dr. Segundo Custódio, realizou na última semana, vistorias em 40 roças, por meio de solicitação do Ministério da Agricultura referente ao Garantia Safra 2023/2024, e de acordo com o Dr. Segundo,  todas as regiões do município e, pelos cálculos, houve  uma perda de safra de 60%.


Já na região do Sítio Olho D’água até a Vila  Figueiredo,  a perda de safra é de 75%, principalmente no plantio do feijão que se perdeu quase todo devido a falta de chuva no período de enchimento de grãos. 


De acordo com informações do secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Catarina, Paulo Roberto, têm direito a receber o benefício os agricultores com renda mensal de até um salário-mínimo e meio, quando tiverem perdas de produção no município igual ou superior a 50%. O benefício é de R$ 1.200, e cada agricultor contribui com R$ 24,00, a Prefeitura  com R$ 72,00 por agricultor,  o Estado com R$ 144,00 e o Governo Federal com R$ 480.



Catarina e mais 68 municípios cearenses ainda aguardam uma resposta do Governo Federal em relação ao pagamento do Garantia Safra 2022/2023, que até agora só foi liberado para  77 municípios. 


A Prefeitura de Catarina  sempre pagou em dia as parcelas da contrapartida, assim como os agricultores cadastrados. 


Em abril deste ano, o prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade, participou,  em Fortaleza, da solenidade de assinatura de adesão ao Garantia Safra 2023/2024. 


Ouça a entrevista com o secretário Paulo Roberto.


Clique AQUI



Por: Diomar Araújo - Blog do Diomar Araujo - Rádio Catarina Online. 


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem