RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Onze policiais militares serão julgados por chacina no Ceará com 14 mortes; tragédia ocorrida no município de Milagres

 Onze policiais militares serão julgados pela tragédia ocorrida no município de Milagres, na Região do Cariri. O caso aconteceu em dezembro de 2018, quando 14 pessoas foram mortas durante uma troca de tiros. Entre as vítimas, seis eram reféns — sendo cinco da mesma família — e oito eram suspeitos do assalto. Após o crime, foi identificado que os tiros partiram de 20 policiais que atuaram na ocorrência. A sentença de pronúncia saiu nessa segunda-feira (4) e foi proferida pelo juiz Otávio Oliveira de Morais, da Vara Única de Milagres. Os acusados podem recorrer em liberdade. De acordo com a decisão, a além dos onze agentes de segurança, outros dois serão julgados por tentativa de adulteração da cena do crime. 


Detalhes do julgamento:


José Azevedo Costa Neto, Edson Nascimento do Carmo e Paulo Roberto Silva dos Anjos: devem ser julgados pelos homicídios de reféns - por cinco de seis mortes. Leandro Vidal dos Santos e Fabrício de Lima Silva: devem ir a júri popular pelos homicídios qualificados de dois assaltantes que teriam sido mortos após rendição. Alex Rodrigues Rezende, Daciel Simplício Ribeiro, José Marcelo Oliveira, João Paulo Soares de Araújo, José Anderson Silva Lima e Sérgio Saraiva Almeida: foram pronunciados pela participação na execução de um dos acusados de integrar o grupo criminoso.


Reportagem completa. Clique AQUI.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem