RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Julgado em Juazeiro do Norte comerciante que tentou matar dono de posto de gasolina em Aiuaba

 Na última sessão do Tribunal do Júri este ano em Juazeiro, um comerciante foi condenado a 17 anos de prisão. O julgamento foi desaforado de Aiuaba para Juazeiro e o Conselho de Sentença reconheceu a autoria da tripla tentativa de homicídio e as qualificadoras condenando o comerciante Moisés Moraes Feitosa, de 34 anos, dono da M. Feitosa Veículos em Aiuaba.


De acordo com os autos, por volta das 21 horas do dia 11 de setembro de 2020, no Posto Feitosão na localidade denominada Barra na zona rural de Aiuaba, ele tentou matar Antonio Eldon Nogueira de Sousa, sua cunhada "Antonia" e o dono do posto Guilherme Solano Feitosa. Momentos antes, Moisés estava na sua loja com a namorada Bruna, o primo Eufrásio e um policial militar ingerindo bebidas alcoólicas e todos seguiram ao Posto Feitosão onde estavam várias pessoas e as vítimas.


No local, ainda de acordo com as investigações, Moisés conversou com o dono do posto sobre rixas antigas com Guilherme e o irmão do mesmo "Ismael" e que tudo não passava de "coisa de cachaça". Tudo parecia confraternização com direito a bebidas, fotos e vídeos. De repente surgiu uma discussão entre o dono do posto e o comerciante quando, este último, sacou um revólver e foi contido por uma pessoa que o retirou do estabelecimento.


O seu primo Eufrásio sabia da existência de outra arma calibre 12 no carro do acusado e recolheu para evitar o pior. Enquanto isso, Moisés se desvencilhou do primo e adentrou o posto já dentro do carro quando atirou no empresário que saiu baleado nas pernas e socorrido ao Hospital de Campos Sales. Os outros fugiram num carro, foram perseguidos até parar o veículo e seguir a pé por um matagal, mas Moisés ainda efetuou vários disparos neste veículo. No dia 14 de setembro de 2020 ele foi preso em Tauá.


Fonte: Miséria via Blog do Edy Fernandes.


Post a Comment

أحدث أقدم