RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Vereadores de Santa Quitéria decidem arquivar denúncia que poderia cassar prefeito

 Por 6 votos a 4, os vereadores de Santa Quitéria decidiram arquivar a denúncia que poderia levar à cassação do prefeito do Município, José Braga Barrozo, conhecido como Braguinha. Atualmente, o mandatário está afastado das funções, a pedido do Ministério Público (MPCE), por suspeita de corrupçãoNa última quarta-feira (9), usando as provas coletadas pelos investigadores, o vereador Renato Catunda (PT) denunciou o chefe do Executivo municipal. Contudo, os parlamentares analisaram o material e decidiram, na última sexta-feira (11), arquivar o pedido que poderia levar à cassação. 


A galeria da Casa ficou lotada de apoiadores de Braguinha e da prefeita interina, Lígia Protásio. Durante a sessão, a população se manifestou com vaias e aplausos aos discursos dos parlamentares. A Câmara de Santa Quitéria é presidida pelo vereador Joel Barroso, filho de Braguinha.


Mesmo com o arquivamento do caso na Casa, o prefeito segue afastado de suas funções por 180 dias, a contar do último dia 11 de abril, quando o MPCE deflagrou, junto à Polícia Civil, a operação batizada de Santa Quitéria.


Outros quatro secretários deixaram o cargo temporariamente no município. À época, foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão envolvendo também empresários em Fortaleza, Caucaia e Sobral. Os investigados são suspeitos de crimes como peculato, falsidade material e ideológica.


Conforme noticiou o Diário do Nordeste, a investigação começou ainda no ano passado, a partir de uma denúncia feita por vereadores do município. Os parlamentares alegaram gastos excessivos na Prefeitura de Santa Quitéria em postos de combustível na cidade. 


À época, os parlamentares denunciaram gastos com combustíveis para a frota da Prefeitura. Segundo os vereadores, só em 2021, o gasto foi de R$ 3.321.140,99, o que seria incompatível com os valores gastos em outros municípios do mesmo porte. O Poder Judiciário determinou ainda o encerramento dos contratos da Prefeitura com as empresas investigadas, que atuam na prestação de serviços de limpeza pública e abastecimento de veículos.


Em publicação nas redes sociais, no dia da operação, o prefeito afastado disse que "o jogo só acaba quando o juiz apita". Ele também disse que está sofrendo "perseguição política" no município. "Hoje, tivemos a oportunidade de vivenciar o quanto a arrogância, ganância e a busca pelo poder é implacável. Seguimos fortalecidos com nosso propósito de construir uma Santa Quitéria melhor para todos de forma limpa e transparente, não baixaremos a cabeça diante dos ataques e investidas que estamos sofrendo", disse o prefeito.


Escrito por Igor Cavalcante. Foto: Divulgação

Fonte - Diário do Nordeste 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem