RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Ceará Sem Fome: 'Em torno de 300 mil pessoas devem ser beneficiadas no Ceará', diz Lia de Freitas


 O programa "Ceará Sem Fome" deve beneficiar, no Ceará, cerca de 300 mil pessoas, a partir do resultado de duas ações vinculadas ao projeto: cartão-alimentação mensal de R$ 300 para famílias em situação de vulnerabilidade e de refeições diárias disponibilizadas por meio de cozinhas solidárias espalhadas em todo o estado. 

A informação é da primeira-dama do Ceará, Lia de Freitas, que é responsável por comandar o Grupo de Trabalho de Combate à Fome. Ela participou, nesta quarta-feira (7), do almoço "Mulheres no Poder e o fortalecimento da democracia", parte da programação do Seminário de Gestores Públicos - Prefeitos.


No próximo dia 16 de junho, serão entregues os cartões a 45 mil famílias cearenses nos 184 municípios do estado – o que equivale a cerca de 200 mil pessoas impactadas pela iniciativa, contabiliza a primeira-dama. 

"As beneficiárias principais são mulheres chefes de famílias que estão em vulnerabilidade social, com renda per capita de (até) R$ 168, com crianças e adolescentes nas suas residências", detalha Lia.


Além disso, em julho, passam a ser oferecidas 100 mil refeições diárias a pessoas em situação devulnerabilidade, como aquelas que vivem em situação de rua. As refeições serão oferecidas por meio de uma rede formada por quase 1,3 mil cozinhas solidárias, que terão o apoio financeiro do Governo do Estado. 

O governador Elmano de Freitas (PT) já falava sobre a implementação do programa Ceará Sem Fome, nesta terça-feira (6). "Nós vamos apoiar as prefeituras, as entidades da sociedade civil que têm projeto de cozinha que já realiza, nós vamos apoiar financeiramente esses refeitórios, essas cozinhas. Todos os municípios receberão o cartão do Ceará Sem Fome", disse. 

Reportagem completa no Diário do Nordeste AQUI

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem