RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Ministério Público afasta prefeita e ordenadora de despesas de Caridade, no Interior do Ceará

                

O Ministério Público do Ceará (MPCE) deflagrou, nesta sexta-feira (10), uma operação para investigar a prefeita Simone Tavares (PSB) e a ordenadora de despesa municipal de Caridade. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão pessoal e domiciliar que servirão para subsidiar as investigações. Além disso, foram autorizados pela Justiça a quebra de sigilo bancário e fiscal e a suspensão do exercício da função pública de ambas as gestoras por 180 dias.

De acordo com o órgão, as ações foram deferidas pelo Tribunal de Justiça, a pedido do Ministério Público, que investiga indícios de práticas de peculatofraudes em licitações e outros crimes contra a administração pública.

Estão sendo investigadas, entre outras coisas, a inexistência de licitação ou dispensa que justifiquem pagamentos de altas quantias para um posto de combustíveis localizado em Fortaleza, a 91,3 quilômetros de distância da cidade. O órgão verificou a ausência de controle dos abastecimentos, o que dificulta saber se os veículos eram abastecidos, de fato, e para que finalidade.

A maioria dessas despesas teria sido autorizada pelo gabinete da prefeita Simone Tavares.

A operação foi nomeada de "Caritas", palavra em latim que significa "graça". O termo, segundo o MPCE, faz alusão ao nome da cidade de Caridade e busca criticar a postura de agentes públicos e empresários que utilizam recursos públicos em benefício próprio.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Caridade

Fonte - Diário do Nordeste,

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem