RÁDIO CATARINA FM ONLINE

13º açude sangra no ano no Ceará, que chega a 40% da capacidade hídrica

 Com as fortes chuvas no mês passado, tendo o Estado ter tido o dia mais chuvoso do ano na quarta, dia 28, o Ceará alcançou 40% da capacidade hídrica dos açudes e reservatórios, que são monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh) nesta segunda-feira, 4.

Com os bons números, já são 13 açudes sangrando no Ceará, são eles:

 Itaúna, em Granja; São Vicente, em Santana do Acaraú; Acaraú Mirim, em Massapê; Forquilha, em Forquilha; São Pedro Timbaúba, em Miraíma; Geraldo Atimbone, Patos, Santa Maria de Aracatiaçu e Santo Antônio de Aracatiaçu, localizados em Sobral; Caldeirões, em Saboeiro; Cahuipe, em Caucaia e Germinal, em Palmácia.

O 13º açude que sangrou foi o Arrebita, localizado no município de Forquilha, no noroeste do Estado. Desde o dia 28 de fevereiro o reservatório já passava dos 90%. A última vez que o açude tinha sangrado tinha sido em 20 de março até 19 de junho de 2023. 


Já o açude que está sangrando há mais tempo é o Germinal, em Palmácia, que alterna períodos de cheia e sangria desde janeiro de 2022. Por conta de sua capacidade, 2,11 hm³ (hectômetros cúbico), sendo considerado de pequeno porte, as sangrias são comuns. 


Na quadra chuvosa passada, considerada positiva, os açudes do Ceará só chegaram a 40% da capacidade hídrica em abril. Já neste ano, a marca foi atingida já no início de março. Em 1º de fevereiro, os 157 reservatórios monitorados pela Cogerh acumulavam 6.887,3 hm³. Em 33 dias de quadra invernosa, os açudes receberam 521 hm³, indo de 37,2% da capacidade para 40% da capacidade. 


Os 521 hectômetros cúbicos recebidos pelos açudes nesta quadra chuvosa seriam suficientes para encher 208.400 piscinas olímpicas de 2 metros de profundidade.


Já os açudes com mais de 90% de capacidade são: Açude Angicos, em Coreaú, com 92,61%; Gangorra, em Granja, com 98,21%; Aracoiaba, com 90,15% e Tijuquinha, em Baturité, com 91,27% da capacidade


Açudes sangrando no Ceará


  • Itaúna, em Granja, que começou a sangrar no sábado, dia 2
  • São Vicente, em Santana do Acaraú, começou a sangrar no sábado, dia 2
  • Acaraú Mirim, em Massapê, começou a sangrar no dia 29 de fevereiro
  • Forquilha, em Forquilha, começou a sangrar no dia 29 de fevereiro
  • Arrebita, em Forquilha, começou a sangrar hoje, dia 4
  • São Pedro Timbaúba, em Miraíma, começou a sangrar dia 28 de fevereiro
  • Geraldo Atimbone, em Sobral, começou a sangrar no dia primeiro de março
  • Patos, em Sobral, começou a sangrar no dia 29 de fevereiro
  • Santa Maria de Aracatiaçu, em Sobral, começou a sangrar no dia 29 de fevereiro
  • Santo Antônio de Aracatiaçu, em Sobral, começou a sangrar no dia 29 de fevereiro
  • Caldeirões, em Saboeiro, começou a sangrar no dia 3 de março
  • Cahuipe, na Caucaia, começou a sangrar no dia 2 de março
  • Germinal, em Palmácia, tem períodos de cheia e sangria desde janeiro de 2022.

 

Açudes com mais de 90% da capacidade


  • Açude Angicos, em Coreaú, que está com 92,61% de capacidade total

  • Gangorra, em Granja, com 98,21% da capacidade total
  • Aracoiaba, com 90,15% da capacidade total
  • Tijuquinha, em Baturité, com 91,27% da capacidade total

Foto - Governo do Ceará.

Fonte - O Povo Online.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem