RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Influenciador preso em Fortaleza estuprou ao menos 7 vítimas, entre elas mãe e filha; Os crimes sexuais ocorreram desde o dia 18 de fevereiro, nos bairros Barra do Ceará, Montese e Itaoca, na capital; no Cumbuco, em Caucaia e na cidade de Tauá.

O influenciador Thiago Ferrari, de 35 anos, preso no último sábado (24), no Centro de Fortaleza, fez ao menos sete vítimas durante os estupros em série na capital e na Região Metropolitana, conforme a Polícia Civil. As mulheres têm entre 15 a 40 anos e duas delas são mãe e a filha. Os crimes sexuais ocorreram desde o dia 18 de fevereiro, nos bairros Barra do Ceará, Montese e Itaoca, na capital; no Cumbuco, em Caucaia e na cidade de Tauá.

A polícia tomou conhecimento do caso após a denúncia de mãe e filha, que foram atacadas pelo homem no Bairro Itaoca. A investigação foi realizada pelo 5° Distrito Policial e a Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza. As imagens do momento da prisão do suspeito foram cedidas pela Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS) já com o rosto dele borrado. O g1 tenta contato com a defesa do suspeito desde a segunda-feira (26), mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.


"Para dificultar a identificação ele costumava usar veículos diferentes durante as abordagens. Em algumas delas ele estava de carro, em outra de bicicleta e até de moto", relatou o delegado. Apesar de se apresentar como influenciador, com mais de 90 mil seguidores nas redes sociais, a polícia suspeita que o homem atuasse na venda de veículos fraudados, popularmente conhecido como "veículos de estouro".


"Conseguimos apreender diversos objetos na casa dele como roupas, balaclava e outros equipamentos. Também vamos averiguar se ele também praticava esses crimes em meio virtual", disse Valdir Passos. O influenciador mora em Fortaleza e é natural de Minas Gerais. Ele possui antecedentes criminais por crimes sexuais em outros locais de país. O homem foi autuado em flagrante pelos crimes de estupro, roubo e extorsão. Fonte - G1 Ceará. 


 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem