RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Réu é condenado a 30 anos pela morte de Policial Civil em Tauá

 O Tribunal do Júri Popular de Tauá condenou a 30 anos de reclusão em regime fechado, o réu Antônio Josivan Lopes Silva, 33 anos, pela prática de homicídio qualificado ocorrido na madrugada do dia 30 de abril de 2021, durante o depoimento ao Escrivão Aloizio Alves Lima Amorim, 60 anos, no interior da Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá, quando mesmo algemado, ele pegou a arma do policial e efetuou um disparo que atingiu a cabeça de Aloísio Amorim, fugindo em seguida.

Na sentença, o Juiz negou o direito do réu de apelar da pena em liberdade e manteve a decretação da prisão preventiva de Josivan.


O julgamento ocorreu em clima de tranquilidade no Fórum Dr. Fábio Augusto Moreira de Aguiar, presidido pelo Juiz Dr. Frederico Costa Bezerra. Na acusação atuará o Promotor Dr. Francisco Ivan de Sousa e a defesa será do advogado Dr. Júlio César Alves de Almeida.


Repórter Wilrismar Holanda

Fonte - Blog do Wilrismar. 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem