RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Catarina e mais 30 cidades do Ceará podem pedir credenciamento de unidades pelo Farmácia Popular; veja a lista.


 No Ceará, 31 novos municípios poderão ser atendidos com o programa Farmácia Popular, totalizando 177 cidades com credenciamento de farmácias. Todos os beneficiários do Bolsa Família no estado poderão retirar os 40 medicamentos disponíveis no programa gratuitamente. De acordo com o Ministério da Saúde, a saúde da mulher terá prioridade. Essa população do Ceará terá acesso gratuito aos medicamentos indicados para o tratamento de osteoporose e contraceptivos. Segundo o órgão, são produtos que eram oferecidos pelo Farmácia Popular com preços mais baixos (50% de desconto) e que agora passam a integrar o rol de gratuidade, com tratamentos para hipertensão, diabetes e asma.


Com as novas habilitações que serão abertas, a expectativa é que o Farmácia Popular, até o fim do ano, passe a ter unidades em 5.207 municípios brasileiros, equivalente a 93% do território nacional. Ao todo, 811 cidades poderão solicitar credenciamento de unidades em todas as regiões do país, sendo 94,4% delas no Norte e Nordeste.



    O Ministério da Saúde também irá facilitar o acesso ao programa para a população indígena no estado atendida pelos Distritos Sanitários Indígenas (Dsei). Para evitar o deslocamento dessa população, será nomeado um representante de comunidade responsável por retirar os medicamentos indicados, sem necessidade de ter um CPF para ser atendido.



    Municípios do Ceará que poderão solicitar credenciamento de unidades:


    • Abaiara
    • Apuiarés
    • Aquiraz
    • Aratuba
    • Banabuiú
    • Barroquinha
    • Caridade
    • Catarina
    • Chaval
    • Chorozinho
    • Frecheirinha
    • General Sampaio
    • Granja
    • Granjeiro
    • Irauçuba
    • Itaiçaba
    • Itarema
    • Itatira
    • Martinópole
    • Massapê
    • Morrinhos
    • Pindoretama
    • Saboeiro
    • Senador Sá
    • Tarrafas
    • Tejuçuoca
    • Tururu
    • Umari
    • Umirim
    • Uruburetama
    • Uruoca

    Remédios gratuitos


    Gratuitos para toda a população

    • Asma: brometo de ipratrópio (0,02 mg e 0,25 mg); dipropionato de beclometasona (50 mcg, 200 mcg e 250 mcg); sulfato de salbutamol (100 mcg e 5 mg).
    • Diabetes: cloridrato de metformina (500 mg, com e sem ação prolongada, e 850 mg); glibenclamida (5 mg); insulina humana regular (100 ui/ml); insulina humana (100 ui/ml).
    • Hipertensão: atenolol (25 mg); besilato de anlodipino (5 mg); captopril (25 mg); cloridrato de propranolol (40 mg); hidroclorotiazida (25mg); losartana potássica (50 mg); maleato de enalapril (10 mg); espironolactona (25 mg); furosemida (40 mg); succinato de metoprolol (25 ml).


    Com coparticipação (e, agora, também gratuitos para quem recebe Bolsa Família)

    • Anticoncepcionais: acetato de medroxiprogesterona (150 mg); etinilestradiol (0,03mg) + levonorgestrel (0,15 mg); noretisterona (0,35 mg); valerato de estradiol (5 mg) + enantato de noretisterona (50 mg)
    • Dislipidemia (colesterol alto): sinvastatina (10 mg, 20 mg e 40 mg)
    • Doença de Parkinson: carbidopa (25 mg) + levodopa (250 mg); cloridrato de benserazida (25 mg) + levodopa (100 mg)
    • Glaucoma: maleato de timolol (2,5 mg e 5 mg)
    • Incontinência: fralda geriátrica
    • Osteoporose: alendronato de sódio (70 mg)
    • Rinite: budesonida (32 mg e 50 mg); dipropionato de beclometasona (50 mcg/dose)
    • Diabetes: tipo 2 + doença cardiovascular (> 65 anos): dapagliflozina (10 mg)


    Fonte - G1CE

    Post a Comment

    أحدث أقدم