RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Cariri registra as maiores chuvas do Ceará entre segunda e terça-feira. Crato teve 71 milímetros, maior volume do estado.

 Cidades localizadas na região do Cariri, no sul do Ceará, registraram chuvas entre as 7h de segunda (9) e as 7h desta terça-feira (10), conforme balanço parcial da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Em todo o estado choveu 53 cidades. A cidade que recebeu maior volume foi o Crato com 71 milímetros. Em seguida aparecem Missão Velha (60,6 milímetros); Milagres (28,2 milímetros); Ipaumirim (28 milímetros); Jardim (26 milímetros) e Barbalha (25 milímetros). Já para quarta-feira (11) a previsão é de céu parcialmente nublado e poucas nuvens, com alta possibilidade de chuva isolada na faixa litorânea, no Cariri, no Maciço de Baturité e na Jaguaribana. Nas demais regiões, há baixa possibilidade de chuva isolada.

Para quinta-feira (12), a previsão é de céu parcialmente nublado a poucas nuvens com alta possibilidade de chuva isolada na faixa litorânea, no Maciço de Baturité, no Cariri e no sul do Sertão Central e Inhamuns. Nas demais regiões, há baixa possibilidade de chuva isolada.

Açude Germinal: primeiro a sangrar em 2023

O açude Germinal, no município de Palmácia, Região Maciço de Baturité do Ceará, sangrou nesta sexta (6), sendo o primeiro açude do estado a atingir o limite da capacidade em 2023, segundo dados divulgados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh).

Dos 155 açudes monitorados pelo órgão, 69% estão atualmente com menos de 30% da capacidade. Outros quatro reservatórios têm mais de 90% da capacidade:

Caldeirões, na cidade de Saboeiro: 97%

Aracoiaba, na cidade de mesmo nome: 94%

Rosário, na cidade de Lavras da Mangabeira: 91%

O reservatório Germinal tem capacidade para mais de cinco milhões de metros cúbicos de água, e a barragem foi construída em 2017 para evitar alagamentos em áreas de risco em Fortaleza. O governo estuda também utilizar a água do Cocó para abastecer a região. Mesmo com as chuvas, os maiores açudes do Ceará seguem quase totalmente secos. O Castanhão, maior reservatório do país, tem atualmente 19,70% da sua capacidade, conforme a Cogerh; e o Orós, segundo maior do estado, 43,12%. Já o Banabuiú se encontra com 9,13%. 

fonte - G1CE


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem