RÁDIO CATARINA FM ONLINE

Aos 66 anos, mulher consegue inclusão do nome do pai no registro de nascimento em Tauá, no Ceará

 Uma mulher de 66 anos conseguiu que o nome do pai, um idoso de 94 anos, fosse colocado no registro de nascimento dela em Tauá, no interior do Ceará. Maria José Barbosa de Sousa nunca teve o nome do pai no documento porque os pais só se casaram no civil depois do nascimento de todos os filhos. Nessa época, ela tinha 17 anos e havia acabado de se casar.


Segundo a Defensoria Pública do Ceará, Maria José conseguiu a retificação no documento após buscar atendimento da Defensoria. Ela cuida de duas crianças e precisava entrar com uma ação de guarda delas. Foi quando foi solicitado documentação pessoal e verificado a ausência do nome do pai nos documentos.

À Defensoria, Maria José explicou que, como ela já era casada, os pais só conseguiram retificar a documentação dos outros filhos. Só ela ficou sem a correção.

"Ninguém tem nenhuma dúvida com relação à paternidade. Eu sou filha dele e da minha mãe, tenho meus irmãos, uma vida e relacionamento normal com todos. Mas fica esse constrangimento pela ausência do nome do documento. Para conseguir colocar o nome do pai no registro era muito caro. Aí, deixei para lá", disse Maria José.

 G1 Ceará.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem