OUÇA A RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLIQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Médico é afastado após denúncias de assédio sexual em posto de saúde do município de Hidrolândia, no interior do Ceará.

 Um médico que atuava em um posto de saúde do município de Hidrolândia, no interior do Ceará, foi afastado das funções após denúncias de crimes sexuais cometidos por ele durante atendimentos. O caso veio à tona após uma paciente de 18 anos relatar importunações sofridas durante uma consulta nessa terça-feira (3). A Polícia Civil do Ceará (PC-CE) investiga o profissional. A técnica em edificações Carla Carvalho foi à Unidade Básica de Saúde (UBS) Cosma Maurício da Silva com um quadro de mastite por problemas no puerpério. Ela deu à luz há dois meses e estava com "leite empedrado" e teve de ter a mama analisada pelo médico.  Ela relatou nas redes sociais que o procedimento começou normalmente, mas depois o profissional de saúde começou a "chegar mais próximo" para tentar beijá-la, fazendo "perguntas eróticas". 

O médico ainda fez comentários sobre os seios da paciente e tentou iniciar um contato íntimo. Ao tentar sair do consultório, Carla ainda foi abordada pelo médico que dizia ter ficado excitado.

"Quando saí, como estava muito traumatizada, fui para casa, fiquei em estado de choque, não sabia o que fazer, é algo que nunca se espera, você ir ao médico e passar por isso. Conversei com a minha mãe, que me incentivou a denunciar. [...] Meu psicológico está abalado, não consigo dormir direito, não consigo comer, não consigo pensar, porque fico me lembrando", desabafou a estudante de ciência contábeis. 

Afastamento 

Em nota, a Prefeitura Municipal de Hidrolândia informou que afastou o médico após as denúncias, "para melhor elucidação dos fatos". A gestão disse que "zela pelo bom atendimento por parte de todos os seus servidores aos usuários que utilizam do serviço público".  

nota da prefeitura de hidrolândia
Legenda: O médico foi afastado após o conhecimento das denúncias
Foto: Reprodução

"O Governo Municipal de Hidrolândia ressalta que repudia qualquer ato de assédio ou importunação sexual", diz a Prefeitura, ressaltante que está cuidando dos trâmites administrativos e jurídicos para apurar o caso. 

Diário do Nordeste tenta contato com o profissional de saúde. 

Investigação

Um Boletim de Ocorrência (B.O) foi registrado na Delegacia Municipal de Santa Quitéria, que ficará responsável pelas investigações.  "Oitivas estão em andamento no intuito de elucidar os fatos. Mais detalhes serão repassados em momento oportuno para não comprometer os trabalhos policiais", diz a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

Foto: Reprodução/Maps. Diário do Nordeste 

Postar um comentário

0 Comentários

header ads