OUÇA A RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLIQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Com R$ 900 milhões em investimento, Programa Ceará de Ponta a Ponta construirá mais 738 km de rodovias, incluindo o entroncamento da CE-371, Acopiara até o distrito de Flamengo em Saboeiro.

 O Governo do Ceará apresentou, nesta sexta-feira (18), os novos 738 km contemplados pelo Programa Ceará de Ponta a Ponta. São cerca de R$ 900 milhões aplicados prioritariamente em obras de pavimentação de rodovias estaduais, por meio de novos financiamentos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), além de verba do Tesouro Estadual, visando a continuidade dos investimentos em infraestrutura rodoviária.  O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana, acompanhado pela vice-governadora Izolda Cela, pelo secretário das Cidades, Marcos Cals, e pelo superintendente de Obras Públicas, Quintino Vieira. O presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão, e o presidente da Aprece, Júnior Castro, também participaram da solenidade, entre outros deputados federais e estaduais e prefeitos presentes. 

Com o pacote anunciado, em um horizonte de até cinco anos, a malha viária estadual deve ultrapassar os 9.300 km de extensão. O novo volume de obras múltiplas promovido pelo Ceará de Ponta a Ponta vai resultar em mais integração viária, geração de empregos diretos e indiretos e mais segurança e agilidade para o tráfego no estado.

Ao anunciar os trechos que ampliarão as rodovias estaduais, o governador Camilo Santana exaltou a solidez fiscal que assegura a capacidade de investimentos do Ceará. “Quando uma empresa vem se instalar, ela quer saber se tem infraestrutura. E o Estado tem feito isso. E só tem capacidade de fazer isso se for um estado equilibrado. Se somar de 2015 a 2021, o Ceará foi o estado que mais fez investimento público no país. Isso permite fazer rodovias, escolas, tudo isso. O Ceará é reconhecido pelo seu equilíbrio fiscal. Não com o fim, mas como meio, que permite fazer as realizações que a população tanto precisa e tanto almeja”. Ampliar a malha viária em extensão e capacidade é fundamental para desenvolvimento socioeconômico do estado, pois viabiliza o escoamento da produção, incentiva o segmento turístico, e melhora o acesso a serviços de educação e saúde. 

“Hoje, são cerca de 1.600 obras, entre rodovias e edificações, com quase R$ 2,2 bilhões de investimentos no Ceará. Isso envolve não só os valores a serem aplicados, mas também estimula a geração de emprego, arrecadação de impostos e fomenta a economia do estado do Ceará, incentivando a movimentação de recursos nos municípios”, afirma Quintino Vieira, superintendente de Obras Públicas. 

O novo pacote do Ceará de Ponta a Ponta representa impacto direto a 62 municípios, mas beneficia todo o estado na medida em que proporciona integração e estrutura adequada, melhorando as condições do ir e vir em todo o território.


Fonte - Governo do Estado do Ceará. 


Postar um comentário

0 Comentários

header ads