OUÇA A RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Novo decreto veta festas de Pré e Carnaval e reduz capacidade de eventos; testes e leitos serão ampliados; Medida deliberada por comitê vale por um mês, a partir desta quinta-feira (6)

 


Em transmissão pelas redes sociais, nesta quarta-feira (5), o governador Camilo Santana, ao lado do secretário da Saúde, Marcos Gadelha, anunciou decisão tomada pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia para frear o avanço dos vírus que acarretam síndrome gripal e ampliar as ações de prevenção e assistência. Estão suspensos todos os eventos de Pré-Carnaval e Carnaval no Ceará. Outros eventos festivos e sociais (como casamentos, formaturas e coorporativos) podem acontecer apenas com a redução da capacidade de ocupação, para até 250 pessoas em ambientes fechados e 500 pessoas em ambientes abertos. O novo decreto passa a valer a partir desta quinta-feira (6). As medidas vigoram por um mês.

“Foi detectado um aumento das transmissões após as grandes festas, mediante dados que revelam um aumento preocupante dos casos em geral no Ceará. Os indicadores demonstram que precisamos estancar essa velocidade de transmissão da Ômicron e, por isso, o comitê decidiu que ficam suspensos todos os eventos de Carnaval e Pré-Carnaval no Estado do Ceará. Além disso, reduzimos a capacidade de ocupação em festas e eventos sociais para 10% do que era praticado no decreto anterior”, anunciou. 

“Então, pelos próximos 30 dias estão autorizados eventos mediante o controle sanitário e a exigência do passaporte vacinal, e com até 250 pessoas em ambientes fechados, e até 500 pessoas em ambientes abertos”, completou.

O anúncio foi feito após reuniões promovidas com a Prefeitura de Fortaleza e suas equipes de saúde na terça-feira (4), e mais duas promovidas nesta quarta-feira (5), com o Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus, que reúne 25 entidades e órgãos cearenses, e com cerca de 150 prefeitos do Interior cearense, e seus respectivos secretários de saúde.

“Destacamos a importância das medidas de prevenção, principalmente quanto à atenção básica de saúde e quanto à vacinação, que ajuda muito a proteger a população. O Governo do Estado estará ao lado de todos os municípios, apoiando em tudo aquilo que for possível”, assegurou.

Testes e leitos

Ao detalhar os dados que levaram à decisão do comitê, Camilo Santana destacou a disseminação da variante Ômicron no Ceará e o aumento dos casos de Influenza, principalmente na Capital. O crescimento de testes positivos foi registrado em todos os seis Centros de Testagem do Ceará (cinco em Fortaleza e um em Juazeiro do Norte).

Como exemplo, ele citou que, de dezembro de 2021 para o início deste ano, no Centro de Testagem para Viajantes do Aeroporto Internacional Pinto Martins a taxa de positividade de testes aumentou em 100 vezes. “Isso acarreta também uma procura pelos serviços de saúde, que também aumentaram muito”, expôs.

O governador informou que a Secretaria da Saúde do Ceará já está ampliando os leitos de enfermaria e UTI para atendimento a pacientes com síndrome gripal na rede pública estadual, assim como a ampliação da testagem. “O Hospital Leonardo Da Vinci voltará a ser o nosso hospital-referência de síndromes respiratórias, para atendimento prioritário tanto de Covid quanto para Influenza. Por isso ampliamos para 160 leitos disponíveis para esses casos. Vamos aumentar também a testagem, distribuir para todos os municípios mais testes, e assim ampliar a testagem para ter dados reais dessa pandemia”, apontou.

Alerta

O secretário da Saúde confirmou que os casos da variante Ômicron têm uma disseminação de alta velocidade, e que o Estado já sinaliza predominância nos novos casos detectados. Somado a isso, há forte aumento de atendimentos para doenças com sintomas respiratórios.

“Registramos o crescimento de síndromes respiratórias agudas, que são casos de influenza que levam ao desconforto respiratório. Então, para as pessoas que procuram as unidades de saúde, é importante que se tenha o diagnóstico precoce, se síndrome gripal ou Covid, para serem logo tratados, medicados, e assim não progridam para uma internação. Para síndrome gripais, é importante que tenha o medicamento e que seja atendido nas primeiras 48 horas dos sintomas”, apontou Marcos Gadelha, que teve fala complementada pelo governador, que garantiu uma nova compra do medicamento Tamiflu ao Ceará.

Importância da vacinação

“É fundamental a vacinação. Pois, para a grande maioria das pessoas que contraem a Covid que estão vacinadas os sintomas são mais leves. Ninguém está imune ao vírus, mas quem se vacinou tem sintomas leves, geralmente não precisa de internação. Por outro lado, a grande maioria das pessoas que estão sendo internadas, que precisam de enfermarias ou UTIs, são pessoas que não se vacinaram, não tomaram a segunda dose, e até mesmo não tomaram a terceira dose. Por isso, é importante ressaltar a importância de se tomar a D3, a dose de reforço”, reiterou Camilo Santana.

E continuou: “Um dado importante que recebi na reunião é que, somente em Fortaleza, cerca de 300 mil pessoas não foram tomar a terceira dose. Faço um apelo, para quem completou quatro meses da segunda dose, não precisa esperar agendamento, pode se dirigir a qualquer posto de vacinação em todo o Estado do Ceará que você receberá a sua dose de reforço”. 

Camilo, que pontuou também que é fundamental o uso da mascara, pois além de evitar Covid, evita também a contaminação de influenza.

Finalizando a transmissão, o governador do Ceará alertou para a circulação de fake news. “Manteremos aqui o nosso comitê, nos reunimos toda semana para monitorar e avaliar os casos da pandemia no Ceará, para que a gente possa orientar, através das nossas lives, de forma transparente e com responsabilidade, como temos feitos ao longo desses mais de 20 meses de pandemia. Sei que já começaram a voltar as fake news, com todo tipo de mentiras propagadas nas redes sociais, mas dizer que será através deste canal, desta live, e a partir de dados científicos, que vamos orientar a população cearense e anunciar as medidas que serão tomadas para proteger os cearenses”, declarou Camilo Santana. 

Clique aqui para ler o novo decreto estadual, publicado no Diário Oficial do Estado.

Daniel Herculano - Ascom Casa Civil - Texto

Carlos Gibaja e Helene Santos - Fotos

Fonte - Governo do Ceará 

Postar um comentário

0 Comentários

header ads