OUÇA A RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLIQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Catarina é o 7º município com menor grau de vulnerabilidade social dos jovens no Ceará, de acordo com estudo publicado nesta quarta-feira, 19, pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). Matéria do Jornal O Povo.

 O município de Santa Quitéria, localizado a 229,2 km de Fortaleza, possui o maior grau de vulnerabilidade social dos jovens no Ceará, de acordo com estudo publicado nesta quarta-feira, 19, pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), através da Diretoria de Estudos Sociais (Disoc). Na sequência do ranking dos piores cenários, aparecem Santana do Acaraú, Banabuiú e Guaiúba. A publicação baseia-se em dados de 2019.

No total, quatro indicadores compõem o indicador, chamado de Índice de Vulnerabilidade Social da Juventude (IVSJ). São eles: saúde, educação, violência e emprego. Em nota técnica, o Ipece explica que essa multidimensionalidade favorece o reconhecimento de qual vulnerabilidade é mais relevante para os municípios, indicando qual deve ser o foco das ações estratégicas. Em relação às áreas analisadas pelo indicador, houve uma redução média em todas as dimensões, quando comparado à última edição do estudo, realizada em 2014. O valor médio do IVSJ melhorou, caindo 17% e atingindo a marca de 0,39. Na Capital, o índice apresentou melhora de 35% quando considerado o mesmo período.


Apesar da melhora, o Ipece alerta que há aglomerados de municípios que ainda apresentam um índice alto e demandam maior atenção dos formuladores de política públicas. Em nota, o analista de Políticas Públicas do órgão Victor Hugo de Oliveira Silva, um dos autores da publicação, disse que os índices que compõem o IVSJ apresentam situações distintas, dependendo da dimensão analisada.


Saúde e violência

No caso da saúde, por exemplo, Santana do Cariri e Salitre apresentam vulnerabilidade mais elevada do que nos demais municípios. O indicador adotado é o da gravidez precoce (entre 10 e 19 anos), considerado um problema na saúde pública em virtude de suas complicações obstétricas, com repercussões para a mãe e o recém nascido. Há ainda as implicações psico-sociais e econômicas, como possibilidade de menor renda familiar e menor escolarização.


Já em relação à violência, o município de Pacoti, no Maciço do Baturité, representa o nível máximo de vulnerabilidade, em um índice que varia de 0 a 1. As mortes violentas de jovens, consideradas no estudo, englobam circunstâncias distintas, como óbitos no trânsito, homicídios e suicídios. A situação da violência também aparece de forma crítica nos município de Guaiúba e Santa Quitéria, conforme indica o Ipece.


Por outro lado, Altaneira, Baixio, Catarina, Chaval, Ipaporanga, Ipaumirim, Itaiçaba, Jati, Miraíma, Moraújo, Mulungu, Umari e Umirim apresentaram valor zero para o índice de violência, sem nenhum óbito violento documentado em 2019, ano em que os dados foram coletados para a publicação. “Diversos fatores podem estar associados ao comportamento violento entre os jovens, que incluem características biológicas, psicológicas e comportamentais”, pondera o Ipece em nota técnica.


A partir desses resultados, o Estado pretende adotar políticas públicas para melhorar o cenário, com base no Programa Superação. Entre os objetivos principais, pretende-se ampliar as capacidades e habilidades dos jovens, além de reforçar fatores protetivos junto às famílias e às comunidades, promovendo a reinserção escolar e criando oportunidades de emprego e renda. As orientações, com base nos dados obtidos, são enviadas para secretarias estaduais e municipais.


O POVO buscou o Ipece para entrevistar uma fonte do órgão envolvida no estudo e aguarda resposta.


Veja os municípios cearenses com melhor e pior situação de vulnerabilidade (IVSJ)*

- 10 piores


1. Santa Quitéria (0,7457)

2. Santana do Acaraú (0,6271)

3. Banabuiú (0,6248)

4. Guaiúba (0,6200)

5. Abaiara (0,6092)

6. Acarape (0,5786)

7. Potengi (0,5752)

8. Milhã (0,5732)

9. Varjota (0,5673)

10. Jaguaribara (0,5590)


- 10 melhores


1. Viçosa do Ceará (0,2508)

2. Miraíma (0,2576)

3. Brejo Santo (0,2605)

4.Altaneira (0,2609)

5.Beberibe (0,2646)

6. Pereiro (0,2775)

7. Catarina (0,2780)

8. Pentecoste (0,2812)

9. Quixeramobim (0,2819)

10. Senador Sá (0,2931)


*O índice varia entre 0 e 1, sendo o valor mais próximo de 0 indicando menor vulnerabilidade e mais próximo de 1 indicando maior vulnerabilidade

Reportagem: Leonardo Maia. O Povo Online

https://www.opovo.com.br/noticias/ceara/santaquiteria/2022/01/20/santa-quiteria-e-o-municipio-cearense-com-maior-vulnerabilidade-social-entre-jovens-aponta-ipece.html

Postar um comentário

0 Comentários

header ads