segunda-feira, 1 de março de 2021

Toque de recolher para conter avanço da Covid-19 em Catarina; decreto renovado pelo prefeito Dr. Thiago.

 


O prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade, determinou através de renovação de decreto municipal em concordância com o decreto estadual toque de recolher em todo município de Catarina do dia 27 de fevereiro ao dia 7 de março,   proibindo  a circulação de pessoas e veículos nas ruas entre 20h e 5h, de segunda a sexta-feira, e entre 19h e 5h, aos sábados e domingos, com saídas permitidas somente em caso de necessidade extrema.

VEJA O DECRETO - CLIQUE AQUI



Sitio Fechado na zona rural do município de Catarina registra 32 mm de chuva, sede 10 mm, nesta segunda-feira (1º); segundo a Fuceme choveu em 105 municípios.


 CLIQUE AQUI E CONFIRA

Casos de infecção confirmados pela nova cepa de Manaus podem subir para 19 no Ceará

 

Foto - reprodução

Com a transmissão comunitária da cepa de Manaus, o Ceará tem mais 16 casos prováveis de Covid-19 a partir da nova mutação, segundo alertou o secretário estadual da Saúde, Dr. Cabeto, na manhã desta segunda-feira (1º). O número de infectados, porém, poderá subir para 19 a partir dos resultados das análises realizadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). “Essa cepa, essa mutação que tanto se fala, que pode prejudicar a vacinação, que pode aumentar o nível de contágio, tem sido monitorada no Ceará. Nós já temos algumas confirmadas, três; 16 praticamente confirmadas e 240 monitoradas", citou Dr. Cabeto.

Atualmente, o Ceará tem confirmados três pacientes com a nova variante do coronavírus oriunda da Capital do Amazonas, e investiga outras 13 mortes.Em crescimento, a curva epidemiológica de casos e mortes tem refletido na demanda por internação hospitalar. O titular da Sesa pontuou que na madrugada do último sábado (27), "quase 50 pacientes" com Covid-19 foram transferidos de Unidades de Pronto Atendimento (Upas) para leitos exclusivos em outros equipamentos.

Em meio à pandemia, 49 municípios cearenses correm risco de ficar sem verbas do FPM; Tauá e Saboeiro estão na lista.

 

Foto: Antonio Rodrigues

Dos 184 municípios cearenses, 49 correm o risco de ficar sem acesso à verba do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), devido à não atualização do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops). Todas as prefeituras do País têm até esta terça-feira, 2 de março, para homologar os dados. A lista atualizada com os nomes das cidades foi disponibilizada pelo Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) ao Diário do Nordeste, no domingo (28). Ela, porém, deve passar por atualizações constantes até o fim do prazo.Uma eventual suspensão no repasse das parcelas do recurso é preocupante, pois pode agravar ainda mais a crise em municípios que já sofrem com a alta incidência de Covid-19, como é o caso de Juazeiro do Norte, Canindé, Quixadá e Quixeramobim.