OUÇA A RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Criança de sete anos morre carbonizada em incêndio residencial em Iguatu; mãe está presa

 Uma criança de 7 anos estava sozinha em casa quando foi vítima de um incêndio na madrugada desta quinta-feira, 30. A ocorrência foi atendida pelo Corpo de Bombeiros no bairro Cohab III, no município de Iguatu. O corpo da menina foi carbonizado.

A mãe da criança, de 27 anos, foi conduzida ao Hospital Regional de Iguatu e depois à delegacia, de acordo com o tenente-coronel dos Bombeiros, Nijair Araújo. Ele afirmou que a mãe está presa por abandono de incapaz qualificado.De acordo com o tenente-coronel, quando os Bombeiros chegaram ao local, moradores da vizinhança já tinham derrubado o portão de entrada da residência em busca de ajudar a criança, que gritava. Os vizinhos, no entanto, não conseguiram ter acesso ao cômodo que concentrava o incêndio devido às fortes chamas.

O quarto em que a criança estava foi consumido pelas chamas. Após o rescaldo da área, os Bombeiros buscaram o corpo da pequena e o retiraram dos escombros. Além do Corpo de Bombeiros, a Polícia Civil e a Perícia Forense estiveram no local.

Nota da Polícia Militar do Ceará 

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) prendeu em flagrante uma mulher de 27 anos, na noite de quarta-feira (29), investigada pela morte da própria filha, uma criança de sete anos. O óbito foi registrado no bairro Cohab III, na cidade de Iguatu - Área Integrada de Segurança 21 (AIS 21) do Ceará, durante um incêndio no imóvel em que a vítima estava.

Conforme a apuração policial, a mulher é suspeita de deixar a filha, uma criança de sete anos, que usava cadeira de rodas, sozinha em casa. Em depoimento, ela afirmou que teria pedido ao pai da vítima, ex-companheiro da suspeita, um homem de 34 anos, para ir ao local ficar com a menina, enquanto estava fora. Porém o homem não teria ido.

Um incêndio foi registrado no imóvel. Vizinhos, ao escutarem o pedido de socorro dentro do imóvel, acionaram o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), que debelou as chamas. Porém, a criança acabou vindo a óbito. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foi ao local para investigar as causas do incêndio.

A mãe foi conduzida à Delegacia Regional de Iguatu, unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), onde foi autuada por abandono de incapaz. O genitor será convocado para prestar depoimento. As investigações continuam.

*O nome da suspeita não será informado para preservar a vítima.

O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários

header ads