OUÇA A RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Ceará tem quase todos os reservatórios com volume hídrico abaixo de 30%

 

OCeará entra para os últimos dias de 2021 com quase todos os seus reservatórios hídricos em nível crítico. Com a estiagem prolongada registrada no segundo semestre do ano, os açudes espalhados por todas as regiões atingem baixas históricas. É o que mostram dados do Portal Hidrológico do Estado, gerenciado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), extraídos nesta sexta-feira, 10. De acordo com a plataforma, dos 76 dos reservatórios monitorados, em 75 o volume de água armazenada está abaixo de 30% da capacidade total. O único com situação confortável é o açude dos Caldeirões, em Saboeiro, que acumula 95% de reserva.Considerando a média de todos os reservatórios analisados, a carga hídrica no Estado é de apenas 21,4%. O volume tem caído progressivamente desde o fim da quadra chuvosa, em maio, quando havia alcançado 27,9%. Naquela ocasião, o número de reservatórios com armazenamento inferior a 30% chegava a 47. Outros 33 tinham nível acima de 90% e dez ultrapassaram a capacidade máxima de 100%.

Dentre os três maiores açudes do Ceará, o Banabuiú, segundo da lista, que integra bacia hidrográfica homônima, é o que apresenta situação mais crítica, com apenas 8,28% de nível hídrico. O reservatório tem capacidade para cerca de 127 milhões de metros cúbicos (m³). Já o Castanhão, que suporta até 67 bilhões de m³, acumula carga de apenas 8,55%. O quadro é menos crítico no açude de Orós, onde 22,74% do volume total (199 bilhão m³) está preenchido. 

Há exatamente um ano, os níveis de reserva hídrica do Castanhão e do Banabuiú eram 11,78% e 12,24%, respectivamente, situação um pouco melhor do que a atual. Na contramão, o reservatório de Orós registrava volume inferior (21,59%). Apesar dos baixos níveis, a Cogerh tem descartado, reiteradamente, qualquer possibilidade de desabastecimento hídrico nos 184 municípios cearenses.

Postar um comentário

0 Comentários

header ads