RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Variante delta tem 298 casos de Covid e cinco mortes confirmadas no Ceará; 43 municípios registraram a cepa.

 

O Ceará tem 298 casos da variante delta do coronavírus confirmados, sendo 154 homens e 144 mulheres, com maioria entre 20 e 49 anos. Cinco pessoas morreram infectadas pela cepa. As ocorrências foram registradas em 43 municípios do estado, conforme a Secretaria da Saúde (Sesa). Em relação à vacina, do total, 203 (68%) são vacinados e, destes, 109 (54%) receberam as duas doses.

    Entre as centenas de casos, cinco pacientes morreram em decorrência de complicações da infecção por Covid-19. Todos homens com idades próximas a 60 anos. Quatro eram residentes de Fortaleza, três deles sem histórico recente de viagem (caracterizando a transmissão comunitária da variante) e um sob investigação pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs). O quinto óbito foi de um filipino tripulante de navio do país asiático (caso importado).

    Com isto, a Sesa reforça que segue atenta ao aumento de casos de infecção pela variante nos residentes e viajantes do Ceará. Os sequenciamentos genômicos, para identificação da cepa indiana, são realizados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).O Ceará já tem 43 municípios com casos confirmados de pacientes com variante Delta. São eles: Acaraú, Alto Santo, Aquiraz, Aracati, Ararendá, Beberibe, Camocim, Cascavel, Caucaia, Choró, Crateús, Eusébio, Farias Brito, Fortaleza, Hidrolândia, Ibiapina, Icó, Ipaporanga, Ipu, Ipueiras, Iracema, Irauçuba, Itapipoca, Jaguaretama, Jaguaruana, Maracanaú, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Paraipaba, Pentecoste, Poranga, Quixadá, Quixeramobim, Redenção, Russas, São Benedito, São Gonçalo do Amarante, Sobral, Tabuleiro do Norte, Tamboril, Tauá, Tianguá e Umirim.

    Variantes delta, alfa e mu no Ceará

    Entre os casos confirmados, 94 são de residentes sem histórico de viagem. Outros 54 eram passageiros ou tripulantes da embarcação filipina e os demais relataram viagens recentes ou estão sendo rastreados. As procedências que mais tiveram relatos de passageiros infectados são Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

    Em agosto, foi identificada no Ceará a variante de preocupação Alfa (oriunda do Reino Unido) em um homem de 64 anos, residente e procedente do município de Governador Valadares (MG). À época, ele estava vacinado com duas doses.

    A variante de interesse Mu (que surgiu na Colômbia) foi detectada em duas mulheres com idades de 45 e 47 anos, residentes da capital cearense e com histórico de viagem ao país vizinho no mês de julho. Ambas haviam tomado uma dose da vacina.


    Fonte - G1-CE. Foto - AFP

    Postar um comentário

    0 Comentários

    header ads