RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Operação Tabuleiro: 39 indiciados e 19 presos por chefiarem facção criminosa; As prisões aconteceram em Iguatu e outras cidades

 

Os quatro meses de investigação da Polícia Civil resultaram na operação Tabuleiro, que indiciou 38 pessoas e, destas, prendeu 19, todas do Primeiro Comando da Capital (PCC), organização criminosa paulista com atuação no Ceará e com "braços" no Interior do Estado. As prisões aconteceram nos municípios de Sobral, Fortaleza, Juazeiro do Norte, Canindé, Boa Viagem, Itatira, Pedra Branca e Iguatu, no Interior do Ceará, onde estavam atuando grupos de expansão da facção criminosa. A ostensiva aconteceu nesta quinta-feira, 4.

O delegado do Núcleo de Combate ao Crime Organizado em Sobral, João Gabriel Cardoso, afirmou, durante coletiva de imprensa, que o objetivo da ação foi agir contra integrantes que são peças importantes para o funcionamento da facção criminosa em cada uma das cidades onde aconteceram as prisões. Por essa razão, a Polícia Civil escolheu chamar a operação de Tabuleiro. As investigações e prisões foram direcionadas para as chefias da organização. 

A maioria tinha participação em crimes de tráfico de drogas e organização criminosa. Também há casos de envolvimentos em homicídios, mas esses serão aprofundados. Durante a investigação foram realizados levantamentos sobre os principais chefes do PCC nos municípios citados. São pessoas que atuam em Sobral, Juazeiro do Norte, Boa Viagem e que tem papel fundamental para o funcionamento da organização.

Já o delegado regional de Sobral, Paulo Castro, afirmou que a ação foi realizada pelo Núcleo de Combate ao crime Organizado em Sobral, mas com atuação da Delegacia Regional de Sobral. Conforme a PCCE, das 19 prisões, oito aconteceram em Sobral. Quatro mandados de prisão foram cumpridos em Juazeiro do Norte, um em Canindé, um em Iguatu e o restante nas demais cidades. Os presos foram encaminhados para as delegacias e em seguida levados ao sistema penitenciário.

Foto - Polícia Civil . O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários

header ads