Clubes aprovam volta de público na Série A e Fortaleza x Atlético-GO poderá ter presença de torcida

 A reunião do Conselho Técnico de clubes da Série A, realizada nesta terça-feira (28) com a presença de 19 times da Primeira Divisão (o Flamengo optou por não participar) definiu: os jogos do Campeonato Brasileiro poderão contar com a presença de público. A informação foi divulgada pelo ge e confirmada pelo Diário do Nordeste.

Com isso, o jogo do Fortaleza contra o Atlético-GO, às 17 horas deste sábado (2), poderá ser o primeiro evento-teste realizado na Arena Castelão com a presença de torcedores.Na reunião, ficou definido também que o jogo entre Bahia x Ceará, marcado para este fim de semana, será adiado, já que o Tricolor Baiano não poderá atuar com público por decisão do governo estadual.

Ao todo, 18 clubes votaram a favor do retorno do público e adiamento do jogo do Bahia - o Athletico-PR foi o único contrário. Palmeiras e Bragantino também aprovaram o retorno das torcidas, mas jogarão de portões fechados neste fim de semana, já que o retorno de público em São Paulo apenas será liberado a partir de segunda-feira.

POSIÇÃO DO FORTALEZA

Através de nota oficial, o Fortaleza se manifestou afirmando que "votou a favor da volta do público na 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas ainda aguarda aprovação do protocolo que foi entregue na última segunda-feira (27), na Secretaria de Saúde do Estado.

A partir da liberação, teremos mais informações sobre a operação de jogos."

Através das redes sociais, a Federação Cearense de Futebol (FCF) celebrou a liberação.

POSIÇÃO DA SESA

Também em nota oficial, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) se posicionou, afirmando que "confirma o recebimento das solicitações do Fortaleza Esporte Clube e do Ceará Sporting Club para realização de jogos com público na Arena Castelão. A Coordenadoria de Vigilância Sanitária iniciou as análises dos protocolos de eventos testes sugeridos pelos clubes. Importante destacar que, por serem os primeiros jogos com torcida no Estado durante a pandemia de Covid-19, a avaliação da Sesa precisa seguir critérios técnicos para dar aprovação somente aos eventos capazes de garantir a segurança sanitária dos participantes".

Foto: Camila Lima/Thiago Gadelha. Diário do Nordeste 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem