Fortaleza perde pênalti no fim e empata com Juventude fora de casa pela Série A

 Fortaleza empatou com o Juventude em 1 a 1 neste sábado (21), pela 17ª rodada da Série A do Brasileiro. No estádio Alfredo Jaconi/RS, o Leão abriu o placar com Benevenuto, sofreu empate de Ricardo Bueno e desperdiçou um pênalti aos 40 minutos do 2º tempo com Bruno Melo. Os donos da casa também pressionaram na reta final, mas não conseguiram a virada.Com o placar, a equipe cearense segue na 3ª posição, com 32 pontos. No Brasileirão, o próximo compromisso é diante do Cuiabá, segunda (30), às 21h30, na Arena Castelão. Antes, enfrenta o São Paulo pela ida das quartas da Copa do Brasil na quarta (25), às 21h30, fora de casa.

Os gaúchos se mantém na 12ª posição, agora com 20. Na elite nacional, encara o São Paulo no domingo (29), às 16h, no estádio Alfredo Jaconi.

PRIMEIRO TEMPO

O Fortaleza entrou em campo com mudanças na escalação principal: Bruno Melo ficou na ala esquerda, Crispim na direita, enquanto Jussa recebeu chance como zagueiro. No 3-5-2, o time evoluiu com o avançar dos primeiros minutos e foi assumindo as rédeas do jogo.A primeira grande chance surgiu aos 12: Éderson chutou e parou em grande defesa do goleiro Carné, mas David mandou o rebote para fora. O volume foi convertido quatro minutos depois na bola parada. Crispim levou na grande área para Benevenuto cabecear firme: 1x0.

Atrás no placar, os donos da casa assumiram uma postura mais ofensiva e apostaram em chutes de longa distância, principalmente com Matheus Jesus - sem trabalho para Boeck. O Leão resistiu e quase ampliou com Bruno Melo, em finalização defendida por Carné aos 23.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, a partida ficou mais aberta para o gol. Aos 5, o Fortaleza teve a principal chance nos pés de Robson. O atacante recebeu livre de marcação na grande área e finalizou mal para fora.Na sequência, o Juventude cresceu de rendimento e conseguiu o empate aos 25, com Ricardo Bueno finalizando de primeira: 1x1. Melhor em campo, o time pressionou os visitantes e teve ao menos três oportunidades de virar, mas pecou nas finalizações e também parou no goleiro Boeck.

Aos 40, quando os donos da casa estavam em melhor momento, o árbitro de vídeo (VAR) assinalou pênalti para o Fortaleza. Na cobrança, Bruno Melo acertou a trave. No duelo final de ataque x defesa, o Leão sustentou o empate no Rio Grande do Sul.

Foto: Leonardo Moreira/ Fortaleza EC. Diário do Nordeste

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem