Campos Sales está em situação de emergência devido à seca, informa Defesa Civil

 A Defesa Civil Nacional reconheceu situação de emergência no município de Campos Sales, localizado na Região Sul do Ceará, devido à seca. Na lista do órgão, mais 23 municípios do País também foram reconhecidos em situação de emergência por serem atingidos por desastres naturais. O documento reconhecendo a situação dos locais foi publicado nesta sexta-feira, 6, no Diário Oficial da União (DOU).De acordo com o Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), as cidades afetadas podem solicitar recursos federais para socorro e atendimento à população, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura pública danificada. 

A situação no município cearense já havia sido informada pelo prefeito de Campos Sales, João Luiz Lima Santos, que decretou a situação de emergência, em documento publicado no dia 28 de julho. Conforme o gestor municipal, a situação ocorre devido as irregularidades das chuvas e o aumento da temperatura, que compromete o armazenamento de água causando sério problemas para o abastecimento local.Ainda segundo o prefeito, foi autorizado a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob coordenação da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário. Também foi autorizado a convocação de voluntários para reforçar as ações de combate a situação e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto às comunidades.

Demais municípios

Das 23 cidades reconhecidas em situação de emergência pela Defesa Civil, 12 estão na Região Nordeste: Campo Formoso e Euclides da Cunha, na Bahia; Ibirajura, em Pernambuco; Boa Saúde, Doutor Severiano, Frutuoso Gomes e Santana do Matos, no Rio Grande do Norte; Anísio de Abreu, no Piauí; e Nossa Senhora da Glória e Poço Verde, em Sergipe. A estiagem é a principal causa da situação de emergência nos municípios. Em virtude da seca, além de Campos Sales, no Ceará, Pedro Avelino, no Rio Grande do Norte, também registrou o cenário na cidade.

No Centro-Oeste, sete municípios do Mato Grosso do Sul entraram em situação de emergência por conta de incêndios florestais. São eles: Aquidauana, Bodoquena, Bonito, Corumbá, Jardim, Miranda e Porto Murtinho. Conforme o MDR, ações com outros órgãos federais e estaduais para minimizar o risco de queimadas na região, sobretudo no Pantanal, estão sendo articuladas.Na Região Norte, no Amazonas, três cidades obtiveram o reconhecimento federal devido a inundações causadas por cheias em rios do estado. São elas: São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatamã e Santa Isabel do Rio Negro. 

Veja as cidades em situação de emergência, segundo o governo federal:

- Campos Sales (CE)

- Campo Formoso (BA)

- Euclides da Cunha (BA)

- Ibirajura (PE)

- Boa Saúde (RN)

- Doutor Severiano (RN)

- Frutuoso Gomes (RN)

- Santana do Matos (RN)

- Pedro Avelino (RN)

- Anísio de Abreu (PI)

- Nossa Senhora da Glória (SE)

- Poço Verde (SE)

- Aquidauana (MS)

- Bodoquena (MS)

- Bonito (MS)

- Corumbá (MS)

- Jardim (MS)

- Miranda (MS)

- Porto Murtinho (MS)

- Itapoá (SC)

- São Paulo de Olivença (AM)

- São Sebastião do Uatamã (AM)

- Santa Isabel do Rio Negro (AM)

foto: FCO FONTENELE. Fonte - O POVO ONLINE

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem