Fortaleza se credencia a brigar por mais na Série A com vitória contra Bragantino

 

Fortaleza se credenciou a brigar por mais na Série A do Brasileiro de 2021. Com um terço da competição realizada, após 13 rodadas, o time cearense se firma na 3ª posição da tabela, abre 17 pontos para a zona de rebaixamento, e tudo depois de bater o único invicto do torneio: o Bragantino.

O resultado de 1 a 0 na Arena Castelão, neste domingo (25), é o reflexo da competitividade da equipe, agora com quatro vitórias consecutivas - superou ainda CorinthiansAmérica-MG e São Paulo. Dentro do escopo de regularidade, registra a melhor defesa, é o principal mandante e pode sonhar sim.

CAMPANHA DO FORTALEZA NA SÉRIE A:

  • Jogos: 13
  • Vitórias: 8
  • Empates: 3
  • Derrotas: 2
  • Aproveitamento: 69,2%
  • Gols marcados: 21
  • Gols sofridos: 9

 

A projeção inicial sempre será evitar a 2ª divisão nacional. A pontuação aberta, a campanha histórica no futebol nordestino (melhor aproveitamento no atual formato) e os resultados é que o deixam apto a buscar nova classificação para evento internacional, feito obtido pela primeira vez em 2019.

APLICAÇÃO DEFENSIVA

A vitória contra o Bragantino serviu para mostrar novas vertentes do técnico argentino Vojvoda. Da busca incessante pelo gol, o Leão se retraiu e suportou a pressão do melhor ataque do Brasileirão. Foi uma equipe que se adaptou ao que o momento pediu para sair sem ser vazada pela 7ª vez.

ESTATÍSTICAS DE FORTALEZA X BRAGANTINO:

  • Posse de bola: 35% x 65%
  • Finalizações: 14 x 13
  • Faltas: 21 x 14
  • Passes: 278 x 512

 

A estratégia abriu mão da posse e apostou no contra-ataque - roteiro raro na campanha até o momento. O panorama envolveu travar o confronto para anular as principais chances. O risco foi nítido, só que a confiança e disciplina mantiveram a marcação intensa em identidade diferente.

Atletas de Fortaleza e Bragantino disputam bola
Legenda: O jogo foi também o embate da melhor defesa (Fortaleza) contra o melhor ataque (Bragantino) da Série A
Foto: Kid Júnior / SVM

O processo como um todo permite ainda o crescimento individual no setor. Um exemplo é o goleiro Marcelo Boeck, que substituiu o lesionado Felipe Alves mais uma vez e teve grande atuação.

FORÇA DO ELENCO

A principal receita no Brasileirão é a regularidade, ou seja, a manutenção do desempenho. O feito é desenvolvido principalmente com a reposição de jogadores, mas a consistência tática atenua a disparidade de nível. E o Fortaleza utilizou essa característica para resistir com novas peças.

Atletas de Fortaleza x Bragantino disputam bola
Legenda: O atacante Igor Torres ganhou chance entre os titulares do Fortaleza na ausência de David, suspenso
Foto: Kid Júnior / SVM

O volante Jussa e o atacante Igor Torres foram titulares. Para renovar o fôlego, o zagueiro Jackson e o volante Ronald foram acionados. E Vojvoda concluiu mais um teste com o plantel.

Com um grau de exigência altíssimo, além da pressão adversária, o Leão terminou a partida com atletas que não estão dentre as primeiras opções de saída, mas cumpriram o necessário. O elenco mostra força mais uma vez sem o uso de nenhum reforço desde a chegada de Vojvoda.

FICHA TÉCNICA

Fortaleza 1x0 Bragantino

  • Competição: Série A do Brasileiro - 13ª rodada
  • Data: 25/07/2021
  • Horário: 16h
  • Local: Arena Castelão, em Fortaleza/CE
  • Gol: Robson aos 12´/1º T (1-0)
  • Cartões amarelos: Matheus Jussa (F), Tinga (F), Felipe (F), Matheus Vargas (F) e Helinho (B)
  • Cartão vermelho: Maurício Barbieri (B).

 

Fortaleza: Boeck; Tinga, Jussa e Benevenuto; Éderson, Felipe, Pikachu (Bruno Melo), Crispim e Matheus Vargas (Ronald); Robson (Osvaldo) e Igor Torres (Jackson). Técnico: Vojvoda.

Bragantino: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar (Weverson); Raul (Jadsom), Praxedes (Ramires) e Evangelista; Artur, Cuello (Helinho) e Ytalo (Alerrandro). Técnico: Barbieri.

Foto: Kid Júnior / SVM. Diário do Nordeste

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem