RÁDIO CATARINA FM ONLINE - CLQUE NO PLAY

Ticker

6/recent/ticker-posts
header ads

Secretário municipal de Barreira e suíço são presos por sequestro e cárcere privado de mulher, no Ceará

 Antônio Martins Braga, o “Pastor Martins”, de 48 anos, secretário municipal de Trabalho e Desenvolvimento Social de Barreira, no interior do Ceará, foi preso nesta terça-feira (22), suspeito de sequestro e cárcere privado. Ele e outro envolvido, o ex-marido da vítima — natural da Suíça — mantinham a vítima presa em uma clínica de reabilitação do município. O G1 não localizou os responsáveis pela defesa dos suspeitos.

O suíço é, inclusive, o proprietário da clínica de reabilitação. Ambos são investigados por manter uma mulher internada. Com isto, uma equipe da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) realizou, na manhã desta terça, o cumprimento de dois mandados de prisão preventiva em desfavor dos suspeitos.

A equipe deu início às investigações após o recebimento de denúncias a respeito do desaparecimento de uma mulher de 35 anos. Ela teria sido retirada da própria casa, contra a vontade dela, após ser agredida e dopada pelo ex.

Com o andamento das investigações, os policiais civis obtiveram informações de que o mandante seria o ex-marido da vítima, que tem 60 anos. Ainda segundo o trabalho investigativo, ele teria induzido a mulher a consumir entorpecentes e teria forçado o internamento dela na clínica por não aceitar o fim do relacionamento de 15 anos.

Na manhã desta terça, a equipe policial localizou o suíço em uma residência na localidade de Vila Paraguai, no município de Cruz, onde foi cumprido o mandado de prisão preventiva em seu desfavor.

O secretário também teve cumprido mandado de prisão preventiva em seu desfavor na manhã desta terça-feira. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência do suíço e na clínica onde a mulher foi mantida presa.

O ex-marido foi conduzido à Delegacia Municipal de Jijoca de Jericoacoara e o responsável pela clínica foi encaminhado à Delegacia Regional de Baturité, onde foram realizados os procedimentos.

A ação teve o apoio de policiais da Delegacia Regional de Baturité, da Municipal de Barreira, do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI Norte) e do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O procedimento registrado pela vítima na Delegacia Municipal de Barreira foi transferido para a unidade policial de Jijoca de Jericoacoara, que conduzirá as investigações e apurar se houve participação de outros suspeitos no crime.


Foto e fonte: G1CE

Postar um comentário

0 Comentários

header ads