Polícia Civil esclarece que incêndio na DP de Tauá foi criminoso

Foto - Blog do Edy Fernandes 

 Um incêndio registrado por volta das 03h da madrugada de Segunda-Feira, do dia 1° de Março, no pátio da Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá, na rua Bernardo de Castro, foi desvendado e durante investigação a PC concluiu que o fato ocorrido não foi um acidente e sim um atentado criminoso. No dia do ocorrido estavam estacionados vários veículos, inclusive viaturas e motocicletas. Uma das viaturas ficou completamente destruída.Os policiais plantonistas e moradores da área iniciaram o trabalho para apagar as chamas até a chegada do Corpo de Bombeiros.


A Polícia Civil apurou a causa do incêndio, e durante as investigações ficou descartada a hipótese de pane elétrica, e assim representou junto a justiça com o pedido de prisão dos suspeitos, sendo acatado, e na manhã da última sexta-feira, 30, foi realizado o cumprimento na cidade de Tauá contra Lucas Jefferson da Silva, residente no bairro Colibris, que seria o mandante. Na mesma ocasião, foi conduzida uma mulher que inclusive já foi liberada. Um terceiro acusado não foi localizado e segue foragido. A polícia informa que as pessoas envolvidas no ato tem ligação com uma facção na cidade.Lucas foi transferido nesta quinta-feira,06, para o Centro de Triagem de Novo Oriente.

A mulher que foi presa na mesma data já foi liberada pela justiça nesta quinta-feira,06, Francisca Elizandra Ferreira Dias.

Na ocasião, mais três detentos homens e uma mulher foram transferidos esta semana.

Raí Renan Marques Maurício, preso por ameaça.

Amister Robson Pereira Ferreira, preso tráfico de drogas.

Marcos Vinícius Barbosa Carvalho, também tráfico. Este foi transferido nesta sexta-feira,07. Ele foi preso em Pedra Branca, em companhia do Josivan, assassino do escrivão Aluízio. Durante troca de tiros na delegacia Marcos Vinícius saiu baleado nas costas. Ele foi levado para a cadeia pública do município de Acopiara.

Uma mulher que estava recolhida na 14* DP - na lei de drogas, Maria Maciana Amarante Silva, foi transferida ontem para uma unidade prisional da região metropolitana de Fortaleza.

Por Flaviano Oliveira - repórter.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem