Ceará tem 109 municípios com pacientes à espera de leitos para tratar Covid-19

Foto: Wandemberg Belém

 Dos 184 municípios cearenses, 109 (cerca de 60%) registram pacientes na fila de espera por um leito de enfermaria ou de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratar a Covid-19. No total, são 338 pacientes aguardando o tratamento. Os dados são do IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), na atualização desta terça-feira (25), às 13h11. Dentre os 338 pacientes, 195 aguardam leitos da UTI e 143 esperam por leitos da enfermaria. Dos municípios, Fortaleza tem o maior registro de aguardo: 50 pessoas. Logo depois da Capital, surgem Barbalha (16) e Juazeiro do Norte (15), ambas na Região do  Cariri. Na sequência, aparece Maracanaú (13), na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). 

Nos níveis de alerta da Sesa, durante a semana epidemiológica 19 e 20, entre os dias 9 e 22 deste mês, praticamente todo o Estado esteve em nível altíssimo para a doença pandêmica, com exceção de Fortaleza, Acaraú, Uruoca, Massapê, Itatira, Ipu, Groaíras, Meruoca e Frecheirinha que se mantiveram no nível 3 ou alto.Nos primeiros cinco dias de maio, segundo o IntegraSUS, houve redução de 15% nas solicitações de UTI comparadas às do mesmo período de abril. No mês passado, foram 565; neste, 476. Atualmente, nos últimos cinco dias, entre 20 e 24 de maio, 463 solicitações de UTI foram feitas e 756 para leitos de enfermaria. 

Conforme os dados, a média de novas solicitações por leitos de enfermaria está em 125.7, enquanto as solicitações por UTI estão em 79.2. Segundo o governador Camilo Santana, o número de leitos direcionados para Covid-19 chegou a 5.186 no Ceará. Destes, 3.839 são de enfermarias e 1.347 são direcionados às UTIs. Na mesma declaração, feita recentemente em redes sociais, o governador anunciou a entrega de mais 40 leitos na unidade de saúde de campanha do Maciço de Baturité, em Aracoiaba. 


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem