Retorno gradual: confira as regras para o funcionamento de restaurantes e do setor hoteleiro

 

Foto: Divulgação
Com a abertura gradual de atividades econômicas no Ceará, anunciada pelo governador Camilo Santana, estabelecimentos precisam seguir determinações estabelecidas por decreto publicado no Diário Oficial do Estado. Além de comércio e serviços, o setor hoteleiro e de restaurantes também irão precisar se adaptar às mudanças. Leia o decreto completo aqui. Entre as determinações, ficam estabelecidas a capacidade máxima com a qual os estabelecimentos devem funcionar, os horários para atendimento e outras medidas de contenção à Covid-19. 

CONFIRA AS REGRAS:

RESTAURANTES

  • Proibido o funcionamento durante o final de semana;
  • Em dias úteis, o funcionamento deve ocorrer das 10 às 16 horas (se localizados na rua) e das 12 às 18 horas (se localizados dentro de shoppings);
  • Em qualquer horário e período de suspensão das atividades, os restaurantes podem funcionar para entrega;
  • Limitação de 25% da capacidade para atendimento simultâneo;
  • Limitação de seis pessoas por mesa;
  • Proibido atendimento de pessoas em pé, inclusive na calçada;
  • Proibição de filas de espera na calçada, sendo aconselhado filas de espera eletrônicas;
  • Proibição de festas, de qualquer tipo, em ambiente fechado ou aberto;
  • Autorizada disponibilização de música ambiente, inclusive com músicos, mas vedado espaço para dança ou aglomerações.

SETOR HOTELEIRO

  • Limitação do uso de apenas 80% da capacidade;
  • Limitação dos hóspedes por quarto, com no máximo de 03 adultos ou 02 adultos com 03 crianças;
  • Aplicação aos “flats” das mesmas regras a serem observadas pelos hotéis;
  • Restaurantes de hotel, pousadas e semelhantes podem funcionar das 16 às 20 horas, desde que exclusivamente para atendimento de hóspedes e respeitando as mesmas regras válidas para outros restaurantes;
  • Proibição de festas, de qualquer tipo, em ambiente fechado ou aberto.

ASSISTA AO ANÚNCIO DO GOVERNADOR

O Ceará está em lockdown desde o dia 13 de março, período que só atividades consideradas essenciais podem abrir no Estado. O atual decreto que impõe o isolamento social rígido vence neste domingo (11).

Já o lockdown em Fortaleza dura mais de um mês. A Capital adotou o isolamento social rígido, desde 5 de março, nesta segunda onda da doença.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem