domingo, 11 de abril de 2021

Fora do decreto, Campeonato Cearense segue suspenso; retorno depende da evolução da pandemia

 

Foto: divulgação
O Campeonato Cearense de 2021 segue sem previsão de retorno. A competição está paralisada desde o dia 11 de março e não foi incluída no novo decreto estadual de retomada da economia, anunciado neste sábado (10) pelo governador Camilo Santana (PT). O documento não faz referências ao torneio, mas cita que "as atividades e serviços que estavam liberadas durante o isolamento social rígido assim permanecerão". Logo, sem a inclusão nos segmentos autorizados para retomar, o torneio permanece paralisado.

Diário do Nordeste apurou que a retomada da competição, chancelada pela Federação Cearense de Futebol (FCF), continuará sendo avaliada pelas autoridades.

De acordo com Flávio Ataliba, secretário executivo de Planejamento e Gestão, a volta do Estadual depende da evolução dos casos de Covid-19.

Vale ressaltar que a competição movimenta diferentes municípios e não concentra as partidas apenas na Capital. Na 2ª fase de disputas, com participação de Ceará e Fortaleza, registra também Caucaia, Ferroviário, Crato, Icasa, Pacajus e Atlético-CE.O Campeonato Cearense foi suspenso após a conclusão da rodada de abertura da 2ª fase. Na ocasião, já com Barbalha e Guarany de Sobral rebaixados, foram realizadas quatro partidas: Pacajus 2x4 Caucaia; Crato 1x0 Icasa; Atlético-CE 0x2 Fortaleza e Ferroviário 2x1 Ceará.

A classificação parcial registrou o G-4 com Caucaia, Fortaleza, Ferroviário e Crato. Pelo regulamento, os quatro primeiros conquistam vaga na semifinal da competição. Restam sete rodadas.

Na temporada de 2020, o Estadual também enfrentou dificuldade para ser concluído. Para os primeiros meses do ano, o torneio contou com um Clássico-Rei na decisão em confrontos adiados para setembro e outubro. O Fortaleza é o atual bicampeão cearense.

MANUTENÇÃO DOS JOGOS

Com a autorização prévia, a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil estão liberadas pelo Governo do Estado. As competições regional e nacional, respectivamente, estão inseridas nos calendários de Ceará, Fortaleza e Ferroviário.

Assim, os times não serão prejudicados na disputa. Nas próximas semanas, a Copa Sul-Americana também deve ser inserida no decreto - o Vovô está classificado para a competição. O evento é organizado pela Conmebol e reúne agremiações sul-americanas.