Caso de Polícia: Menina de 12 anos sai de Pacajús para encontro com rapaz em Catarina, após se conhecerem pela a internet.

Foto - Blog do Flaviano Oliveira 

 Um rapaz de 19 anos de idade do município de Catarina foi conduzido a Delegacia Regional de Tauá no ultimo sábado, 24, após marcar encontro pela internet com uma menina de 12 anos que a conheceu através das redes sociais.

Segundo a polícia, a menor pegou o documento da mãe, comprou a passagem e saiu de Pacajus, no Ceará, distante aproximadamente 400 quilômetros,  para se encontrar com o jovem em Catarina, e o dinheiro da passagem tinha sido depositado pelo jovem.

A mãe ao perceber o sumiço da filha e sentir a falta do RG, começou a investigar até localizar o possível destino, ou paradeiro da mesma, e com isso, manteve contato com as autoridades policiais, e na ocasião, a menor foi interceptada pela Policia Militar dentro do ônibus antes da chegada de Catarina, e o acusado preso à espera da menina no ponto de chegada do ônibus naquela cidade.

O Conselho Tutelar de Catarina foi acionado para acompanhar o caso, e conforme informações, a menor não conhecia pessoalmente o acusado, ou seja, somente  pelas redes sociais, através de aplicativos de mensagens WhatsApp e OMEGLE.

Ainda de acordo com o escrivão Aluízio, da Polícia Civil, o acusado trata-se de Gilliard Duarte Gonçalves, que morava em Guarulhos/SP e saiu de lá na última terça feira, 20, para a cidade de Catarina, aonde reside seus familiares.

Contudo, foi feito na 14ª Delegacia de Policia Civil de Tauá, um TCO – Termo Circunstanciado de Ocorrência - contra o jovem - com base no Artigo. 248 do Código Penal Brasileiro – ao que se refere ao induzimento de menor a sair de casa.

Após ser ouvido, o rapaz foi liberado e o procedimento será encaminhado ao poder judiciário.

A menina que aparenta ter mais de 12 anos devido seu porte físico, ficou sob os cuidados do Conselho Tutelar de Catarina que a encaminhou para um abrigo na região metropolitana de Fortaleza, até que a justiça decida sobre a guarda da mesma.

Por Flaviano Oliveira – repórter.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem