Começa o cadastramento para solicitação de auxílio financeiro aos profissionais do Setor de Bares e Restaurantes do Ceará; veja como se cadastrar.

 

CLIQUE NA IMAGEM PARA SE INSCREVER

Começou hoje, segunda-feira (29) o cadastramento de profissionais desempregados do setor de bares, restaurantes e alimentação fora do lar para receber o auxílio financeiro no valor de R$1.000. Essa é uma das medidas anunciadas pelo governador Camilo Santana para apoiar o setor, um dos mais prejudicados pela pandemia da Covid-19. A medida será executada através da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur).

Os candidatos ao auxílio específico para o setor têm do dia 29 de março até 8 de abril para se cadastrar no site https://cadastroauxilio.setur.ce.gov.br . Nele, a Setur disponibilizará também um chat para tira-dúvidas.


Por meio desta ação, o Governo do Ceará pretende beneficiar cerca de 10 mil profissionais, com auxílio financeiro de R$ 1.000, pago em duas parcelas de R$ 500, mediante cadastro no Mapa de Informações e Indicadores do Turismo (Sistur). A validação da inscrição, com a conferência de cumprimento dos critérios, será feita pela Setur. O requisito obrigatório é que sejam trabalhadores recentemente desempregados, com última atuação registrada em estabelecimentos ou atividades que se enquadrem nas atividades com CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) do setor. Isso inclui restaurantes, bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas, lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares, serviços ambulantes de alimentação, fornecimento de alimentos preparados para empresas, alimentação para eventos e recepções – bufê e também cantinas – serviços de alimentação privativos e fornecimento de alimentos para consumo.

As ações anunciadas pelo Governo do Ceará são resultados de um processo de diálogo, por meio da Setur, com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no Ceará, incluindo a definição do público-alvo e critérios de seleção.

Além dessa, outras medidas também anunciadas pelo governador, como isenção de IPVA para veículos registrados no CNPJ de empresas do setor e parcelamento das dívidas de ICMS com o Estado do Ceará em até 60 meses, estão em andamento.

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem