RÁDIO CATARINA FM ONLINE, CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR.


RÁDIO CATARINA FM ONLINE, CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR.

sábado, 12 de dezembro de 2020

VÍDEO: PM à paisana se recusa a usar máscara e dá soco em tenente-coronel em supermercado em Aracati

 

Foto - Diário do Nordeste 

Um tenente-coronel da Polícia Militar de serviço foi agredido com um soco por um sargento à paisana que se recusou a usar máscara em um supermercado na rua Dragão do Mar, no Centro de Aracati, a 148 quilômetros de distância de Fortaleza. O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (10) e foi registrado por câmeras de segurança e clientes que estavam no estabelecimento. Nas imagens, o sargento aparece com parte do rosto coberto com uma camisa, próximo ao tenente-coronel e outros três policiais militares, que foramacionados pela gerente do supermercado. Em determinado momento, o sargento dá um soco no rosto do tenente-coronel que está próximo a ele e é contido pelos outros três policiais, que conseguem algemá-lo. Outro vídeo mostra o agente já algemado sendo retirado do local e gritando insultos contra o tenente-coronel, com palavras como “cachorro” “vagabundo”.

Gerente ofereceu máscara

De acordo com a gerente do Casa Grande Supermercados e Atacarejo, o policial à paisana chegou ao local sem máscara, foi abordado na entrada do comércio e orientado por ela sobre o uso obrigatório do acessório de proteção. "Quando eu fui orientar que a gente não poderia permitir ele sem máscara, porque a gente do Grupo Casa Grande se preocupa também com o todo, pois estamos no meio de uma pandemia, ele disse que não iria usar a máscara", relata.

A gerente chegou a oferecer uma máscara para o policial, segundo ela, mas o homem se recusou a receber. "Ainda sinalizei que poderia dar a máscara para ele, caso ele tivesse esquecido, e ele simplesmente me empurrou, entrou e disse que iria fazer as compras", relembra.

Conforme a gerente, o policial à paisana se recusou a deixar o estabelecimento por estar sem máscara e passou a apresentar um comportamento alterado, momento em que a Polícia Militar foi acionada para garantir a segurança dos demais clientes e funcionários do local.

Autuado por agressão

Segundo a Polícia Militar do Ceará, o sargento foi conduzido ao plantão de Polícia Judiciária Militar, onde foi autuado pela agressão contra o tenente-coronel e agressão verbal contra a gerente. O militar está recolhido no presídio militar.

A PM ressalta que não compactua com condutas ilícitas. "Por isso, faz cumprir rigorosamente as normas legais, sem deixar de respeitar, naturalmente, os princípios da inocência, contraditório e ampla defesa".

uso da máscara em espaços públicos e privados do Ceará é obrigatório, conforme a lei estadual de 10 de julho deste ano, que determinou a obrigatoriedade da medida de proteção contra a propagação da Covid-19. Em caso de descumprimento, a penalidade pode variar entre R$ 100 e R$ 300 para pessoas físicas e chegar até R$ 1.001 para empresas de grande porte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário