Rádio Catarina FM Online, clique na imagem para ouvir.


Rádio Catarina FM Online, clique na imagem para ouvir.

sábado, 5 de setembro de 2020

Décimo suspeito de envolvimento na morte do prefeito de Granjeiro é preso no Crato, no Ceará

Foto: Arquivo pessoal
O décimo suspeito de envolvimento na morte do então prefeito de Granjeiro João Gregório Neto foi preso no município de Crato, no Cariri, na manhã desta sexta-feira (4). Thyago Gutthyerre Pereira Alves, de 31 anos, apresentou-se na Delegacia Regional da cidade, onde o mandado que estava em aberto de prisão preventiva pelo crime de homicídio qualificado foi cumprido contra ele.

João Gregório Neto, conhecido como João do Povo, foi assassinado a tiros enquanto caminhava próximo à parede do Açude Junco, em Granjeiro, em 24 de dezembro de 2019. O vice-prefeito na chapa de João Gregório, Ticiano Tomé, é suspeito de matar o titular para assumir o cargo. Ele e o pai foram presos em julho.
Segundo levantamentos policiais, Thyago Gutthyerre teria locado o veículo utilizado no dia do delito e participado da execução da vítima. Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), além dele, Manuel Fernando Mateus Ariza, José Plácido da Cunha, que estão foragidos, e Wylliano Ferreira da Silva também teriam participado do homicídio. Wylliano foi capturado no dia 9 de julho, em uma residência no Bairro Muriti, no Crato.
Desde a morte do prefeito, 17 pessoas ligadas, direta e indiretamente, à ação criminosa foram presas ou tiveram medidas cautelares cumpridas. Das 17, segundo a SSPDS, dez encontram-se presas. Dois veículos utilizados no crime, R$ 120 mil em espécie, três notebooks, sete HDs e aparelhos celulares também foram recolhidos para serem periciados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário