RÁDIO CATARINA FM ONLINE, CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR.


RÁDIO CATARINA FM ONLINE, CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR.

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Iguatu volta a ter 100% de ocupação de leitos de UTI para Covid-19

Foto: Héricles Gomes
O crescimento de casos e o agravamento de pacientes com Covid-19, na região Centro-Sul cearense, resultaram na ocupação total dos 20 leitos de UTI, na cidade de Iguatu, na noite desta quarta-feira (15). A situação persiste na manhã desta quinta-feira (16). O Município já soma mais de 1.300 casos confirmados da doença e 38 óbitos, segundo boletim da Prefeitura.

O sistema público de saúde local oferece 10 leitos de internação intensiva no Hospital São Vicente, conveniados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), e outros dez no Hospital Regional de Iguatu. As duas unidades são referências para o atendimento de pacientes com a doença na região.Essa é a segunda vez que o problema ocorre. A primeira foi em 23 de junho passado. Além de Iguatu, dez leitos disponíveis no Hospital Regional de Icó também estavam ocupados, naquela data, e pacientes tiveram que ser transferidos para a região do Cariri e até para Fortaleza.

Transferência

O secretário da Saúde de Iguatu, George Xavier, esclareceu que, quando há ocupação total de leitos de UTI, novos pacientes são transferidos para unidades mais próximas que ofertam tratamento intensivo. No Hospital Regional de Icó havia quatro vagas, na noite desta quarta-feira (15). Xavier observou que os casos de Covid-19 vêm crescendo em muitos municípios da região, impactando na ocupação dos leitos de UTI. Em Iguatu, de acordo com a secretaria de Saúde local, o número de curados tem sido maior do que os de confirmados nos últimos dez dias. Também há uma redução de pacientes com quadros graves. “Nossos dados epidemiológicos de julho estão dentro do esperado e do programado”, pontuou Xavier.De acordo com dados do boletim epidemiológico, divulgado na noite desta quarta-feira (15), a ocupação dos 20 leitos de UTI ocorre com a seguinte quantidade e origem dos pacientes: Iguatu (6), Orós (4), Acopiara (3), Cariús (2), Catarina, Quixelô, Mombaça, Piquet Carneiro e Várzea Alegre - cada qual, com um paciente.
Na terça-feira (14), havia 14 leitos ocupados. A lotação se deu a partir da entrada de mais dois pacientes de Iguatu, um de Orós, outro de Cariús, um de Piquet Carneiro e um de Quixelô. Os dados são do boletim epidemiológico da Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde de Iguatu. Desde o início deste mês, a taxa de ocupação vinha variando entre 50% e 70%.
O presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Nilson Diniz, mostra preocupação com a tendência ainda persistente de crescimento de novos casos nas regiões Centro-Sul e Sul do Ceará.Diniz ressaltou que o governo do Estado está ampliando a oferta de tratamento intensivo com a chegada de mais respiradores e leitos em Juazeiro do Norte. O objetivo é atender a demanda da macrorregião Sul cearense.
Em abril passado, o governo do Estado chegou a anunciar a instalação de um hospital de campanha, com 10 leitos de UTI, em Iguatu. O terreno chegou a ser preparado para a obra emergencial, mas a ideia não vingou. Agora, há uma mobilização para que sejam instalados os leitos no Hospital Agenor Araújo, entidade filantrópica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário