Rádio Catarina FM Online, clique na imagem para ouvir.


Rádio Catarina FM Online, clique na imagem para ouvir.

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Hospital Santo Antônio, em Barbalha, suspende cirurgias eletivas por falta de medicamentos

Foto: Wesley Lima
Referência em neurologia para 45 municípios da macrorregião do Cariri, o Hospital Santo Antônio, em Barbalha, suspendeu, no início desta semana, as cirurgias eletivas — sem caráter de emergência — por falta de anestésicos e sedativos. Em situação classificada como “crítica”, a unidade estima que o estoque será zerado em até uma semana. Isso acontece por causa do crescimento de pacientes infectados pela Covid-19. O número de

cirurgias eletivas já vem sofrendo uma redução na unidade, que realizava 10 operações por dia. Hoje, o número caiu para quatro, uma redução de 60%. A maioria dos procedimentos são hérnia e coluna, já as neurocirurgias são consideradas de urgência. Os sedativos e bloqueadores musculares também são medicações que servem como complementar no tratamento da Covid-19, mas estão sendo insuficientes por conta da demanda. Conforme o representante, a unidade foi obrigada a buscar alternativas e "fazer associações de outras medicações para poder manter o cuidado adequado desse paciente”

Os princípios ativo desses medicamentos geralmente são importados da China e da Índia. O Brasil está com dificuldades para recebê-los. “Isso é uma preocupação, mas estamos correndo atrás, procurando fornecedores para equalizar”, antecipa o médico.  O Hospital Santo Antônio, em Barbalha, está com 20 leitos dedicados a pacientes com Covid-19. Destes, 12 estão preenchidos, representando uma taxa de ocupação de 60%. Além disso, conta com 25 leitos clínicos, que alcança 13 vagas ocupadas.  

A unidade atende a macrorregião do Cariri, a que atualmente mais preocupa as autoridades de saúde do Estado. Com 15.059 casos, ela vem apresentando um crescimento da doença acima da média estadual. Apenas Barbalha já alcança 881 casos confirmados e 25 óbitos em decorrência do novo coronavírus. Em todo o Ceará, são mais de 140 mil casos confirmados do novo coronavírus e 7.127 óbitos, segundo a Secretaria da Saúde (Sesa).  

Nenhum comentário:

Postar um comentário