• RÁDIO CATARINA FM ONLINE AO VIVO - CLIQUE NA IMAGEM

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Aumento de piranhas no açude Arneiroz II desafia gestão dos Recursos Hídricos


Sala de Imprensa do Governo do Estado 
Relativamente comum em açudes cearenses, as piranhas têm se multiplicado nas águas doces do Açude Arneiroz II, na região da Bacia do Alto Jaguaribe. Para discutir o assunto, técnicos e analistas da Cogerh trataram do tema com a Comissão Gestora do reservatório, formada por representantes da sociedade e do poder público locais. Na ocasião, o analista em gestão de recursos hídricos, Mário Barros, apresentou as características das piranhas
presentes nos açudes cearenses, as condições naturais que favorecem os ataques, bem como os encaminhamentos relativos ao controle da espécie.
A proliferação dos pequenos predadores carnívoros ocorre com mais facilidade durante os períodos mais secos. “São épocas mais propensas à reprodução da espécie. Por isto, existe o aumento de casos de piranhas neste período do ano”, explica Mario. No açude Arneiroz II, a espécie mais encontrada é a “pirambeba. “Elas gostam de viver em águas paradas, como nos açudes”, complementa. Na ocasião, o grupo também conversou sobre as alternativas para comercialização das piranhas, desde o consumo ao artesanato.
“A ideia é transformar os desafios em oportunidades e geração de renda”, citou a presidente da Associação dos Pescadores de Arneiroz (ARNEPEIXE), Evaneide Araújo. Exemplo disto, foi a experiência do pescador Francisco Borges, apresentada no encontro. Borges trouxe bolinhas de piranha, de produção própria e artesanal, como alternativa para comercialização da piranha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário