segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Cagece não cumpre prazo e a cidade de Catarina continua sem água; “contas de água já estão chegando”, diz moradores.


Há cerca de 15 dias que os moradores da cidade de Catarina estão sem água nas torneiras e sendo obrigados a comprar água de caminhões que comercializam o liquido pelos bairros de Catarina, com preço, segundo moradores, muito além da realidade, sendo que, existem famílias que não tem condições de comprar um balde de água de 18 litros que tem variação de preço por vendedor de R$ 2.00 a R$ 2.50.


Em recentes comunicados enviados à Rádio Catarina FM Online e Blog do Diomar Araujo, a Cagece mudou por várias vezes o prazo para que o abastecimento de água em Catarina fosse normalizado. O último prazo dado pelo órgão seria as 16h deste domingo (ontem), dia 17, o que não aconteceu.

Na quarta (13) e quinta (14), teria chegado água em algumas ruas, mas o abastecimento teria sido mais uma vez interrompido em virtude de vazamentos da adutora Arneiroz II / Catarina, disse a Cagece.

Na manhã de hoje, segunda-feira (18), a reportagem da Rádio Catarina FM Online já recebeu dezenas de ligações e mensagens de Whatsapp (98854-7627) de moradores revoltados com a falta de água, e o que intriga ainda mais a população da sede é que as contas de água já estão chegando, lamenta os mesmos.

 Por - Blog Diomar Araujo

Nenhum comentário:

Postar um comentário