Justiça dá liberdade a líder religioso preso suspeito de dopar e estuprar mulheres em Ibiapina

Foto: Divulgação
O líder religioso preso suspeito de dopar e estuprar mulheres durante rituais religiosos, na região da Serra da Ibiapaba, no Ceará, ganhou liberdade e vai responder ao crime por meio de medidas cautelares. A decisão da Justiça que revoga a prisão preventiva e dá liberdade provisória ao suspeito foi assinada nesta segunda-feira (30) pelo juiz da Vara Única de Ibiapina.

Com a determinação, Francisco Aucivam Pereira Linhares, de 29 anos, pode ser posto em liberdade a qualquer momento e fica obrigado a se apresentar à Justiça mensalmente, justificando suas atividades. Ele é proibido de sair do município, atuar como líder espiritual, frequentar terreiros de religião afro e manter contato com vítimas ou testemunhas do caso.
Conhecido como “Pai Francisco”, o homem cometia os crimes na casa de oração que mantinha na localidade de Alto Lindo, em Ibiapina. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ele chegava a oferecer bebidas às mulheres, que após ingeri-las, sentiam náuseas.

Ele foi preso em casa, em julho deste ano, após denúncia de pelo menos quatro vítimas. O suspeito não tinha antecedentes criminais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário