RÁDIO CATARINA FM ONLINE AO VIVO

VOCÊ ESTÁ OUVINDO RÁDIO CATARINA FM ONLINE - ZAP 88-9-8845-4147 PROGRAMAÇÃO AO VIVO COM LOCUTORES: 07H AS 08H - 09H AS 11H - 12H AS 13H - 15H AS 17H.

Inmet prevê chuva dentro da média para o próximo trimestre no Ceará

Foto - Honório Barbosa 
O trimestre (novembro e dezembro próximos e janeiro de 2020) deve ter chuvas dentro da média histórica no sertão cearense. A previsão é do 3º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Recife. “Os modelos indicam ocorrência de chuvas dentro da normalidade”, pontuou a meteorologista, Morgana Almeida, chefe da unidade de previsão de tempo, do Inmet no Nordeste.


         Morgana Almeida disse observar mudanças no padrão da atmosfera a partir de acompanhamento nos últimos dias e frisou que já houve registro de chuvas na região Sul do Ceará (Cariri), recentemente.        A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) não apresenta prognóstico para o período. O meteorologista da Funceme, Raul Fritz, esclarece: “Os modelos apresentam sensibilidade pequena para esse período, pois os sistemas meteorológicos que atuam nesses meses são de previsibilidade curta (Vórtices Ciclônicos e Cavados)”.
       A média histórica de precipitações para o período é reduzida. De acordo com a Funceme, o bimestre novembro e dezembro tem média de 37.4mm e o mês de janeiro é de 98.7mm. Considerando o trimestre – novembro a janeiro – o esperado é de 136.1mm.
        No Ceará, o período chuvoso, ou seja, a quadra chuvosa ocorre de fevereiro a maio. Já os meses de dezembro e janeiro são meses de pré-estação e geralmente as chuvas iniciam pela região do Cariri cearense.

       A meteorologista, Alice Macedo, do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos – CPTEC/INPE informou que no próximo dia 30 será feita uma previsão mais atualizada para todas as regiões brasileiras para novembro e dezembro próximos e janeiro de 2020, e solicitou que se aguardasse o novo prognóstico. “Teremos uma previsão mais atual”, justificou. “Vamos esperar um pouco”.

Neutralidade
      Morgana Almeida observou que o quadro atual de temperatura da água superficial é de neutralidade no Oceano Pacífico Tropical. “Sem episódio de El Niño ou de La Niña”, pontuou. “Já no Atlântico Sul Tropical as mudanças são mais rápidas e só a partir do fim de dezembro ou janeiro teremos uma definição melhor”.       A temperatura das águas superficiais nos oceanos Atlântico e Pacífico exerce influência na formação de nuvens de chuvas para o Ceará, daí a importância de seu monitoramento.

      É favorável para a ocorrência de boas chuvas quando a temperatura da água superficial do Oceano Pacífico Tropical está mais fria, isto é, verifica-se o fenômeno La Niña. Já para o Oceano Atlântico Tropical Sul o melhor é que apresente temperatura mais elevada em relação à área Norte, pois atrai a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é uma larga banda de nuvens e é o principal sistema que traz chuvas para a região.

Prematuro
       A meteorologista do 3º Distrito do Inmet, em Recife, considerou prematuro apresentar prognóstico sobre a quadra chuvosa de 2020. “Ainda é cedo, é preciso ter cautela”.
Janeiro tem previsão para 2020
       Na segunda quinzena de janeiro, os institutos de meteorologia (Fuceme, Inmet e Cptec/Inpe) costumam apresentar o primeiro prognóstico para os meses de fevereiro, março e abril, que integram a quadra chuvosa no Ceará.



Nenhum comentário:

Postar um comentário