RÁDIO CATARINA FM ONLINE, CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR.


RÁDIO CATARINA FM ONLINE, CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR.

domingo, 21 de julho de 2019

Ceará vence Palmeiras e acaba com invencibilidade de 33 jogos do time paulista na Série A

Foto: Fabiane de Paula / SVM
Aos gritos de "Olé" na Arena Castelão, o Ceará venceu o Palmeiras por 2 a 0, neste sábado (20), e encerrou uma invencibilidade de 33 jogos do clube paulista na Série A do Campeonato Brasileiro. Os gols alvinegros, um em cada tempo, foram marcados por Mateus Gonçalves e Leandro Carvalho. Com o resultado, o Ceará salta para a 13ª posição, com 14 pontos. Na próxima rodada, o Vovô encara o Internacional no sábado (27), às 19 horas, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Já o Palmeiras segue na liderança do Brasileirão, com 26, e viaja para a Argentina, onde encara o Godoy Cruz pelas oitavas da Libertadores na terça-feira (23). No Brasileirão, o time volta a jogar no sábado (27), às 17 horas, na Allianz Arena. Escalado com força máxima, o Palmeiras começou o duelo pressionando a defesa alvinegra. Zé Rafael e Luan, em cobrança de falta, levaram perigo à meta do goleiro Diogo Silva, que trabalhou com segurança. O Ceará, por outro lado, se fechou e tentou puxar contra-ataque, principalmente, pelas laterais do campo, com Mateus Gonçalves e Felipe Silva.
Sem conseguir marcar nos primeiros minutos, o Palmeiras desorganizou o 4-2-3-1 escalado pelo técnico Felipão e passou a deixar brechas entre os volantes Felipe Melo e Bruno Henrique. O espaço foi então bem explorado por Felippe Cardoso e Thiago Galhardo, que passaram a assustar o Verdão com infiltrações pelo meio. Crescendo no jogo, o Ceará trouxe a posse de bola para si e conseguiu abrir o placar aos 31, com gol de Mateus Gonçalves: 1 a 0.
O atacante cortou da direita para esquerda e tocou para João Lucas, que cruzou travado por Luan. A bola voltou então para Mateus Gonçalves mandar um foguete à esquerda de Weverton. O lance ainda foi avaliado pelo VAR, que cogitou falta na origem do lance para o Palmeiras, mas o árbitro Rodrigo D'alonso Ferreira validou o tento.
O Palmeiras sentiu o gol e passou a errar mais jogadas no último terço do campo. Aos 49, Ricardinho quase ampliou em cobrança de falta defendida por Weverton, no último lance do primeiro tempo.
Na volta do intervalo, o Palmeiras voltou mais agressivo com Willian no lugar de Scarpa. No 4-4-2, a equipe criou boas chances com Deyverson, mas parou em Diogo Silva. Com mais volume, a equipe tinha cruzava em excesso para a grande área e parava na grande atuação da dupla Luiz Otávio e ValdoAos 24, o time alviverde teve um pênalti marcado pela arbitragem. No entanto, o VAR chamou o juiz para checagem, e a decisão foi anulada. Buscando reagir na partida, Enderson colocou Leandro Carvalho em campo e o jogador brilhou. No primeiro toque na bola, o atacante finalizou de cobertura para explosão da Arena Castelão: 2 a 0, aos 26.
O restante da partida foi marcado por ataque contra defesa. Sem forças, o Palmeiras viu a invencibilidade de 33 jogos se esvair na Arena Castelão diante de um Ceará bem armado e cirúrgico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário